Terça, 15 de Junho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

26°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Policial
R10 Policial
Tudo sobre notícias policiais do Brasil e do mundo.
Polícia Ex-prefeito de Altos
26/11/2019 08h10 Atualizada há 2 anos
Por: Geysa Silva

Após 23 anos, acusado de assassinar César Leal é condenado a prisão

Foto: Divulgação Arquivo Pessoal
Foto: Divulgação Arquivo Pessoal

Após 23 anos do crime, o réu Raimundo Nonato Alves da Silva, que é acusado de assassinar César Leal, então prefeito de Altos em 1996, foi condenado a 19 anos e nove meses de prisão em regime fechado. O julgamento aconteceu nesta segunda-feira (25) em Teresina.

César Leal foi morto no dia 11 de abril de 1996, por volta das 23h, nas dependências de sua casa, em Altos. O réu teria executado o crime mediante promessa de recompensa e teria sido contratado pelo então ex-vice prefeito pelo valor de R$ 10 mil.

João Malato Neto é o promotor que representou o Ministério Público do Estado no caso. Consta nos autos também que “Ele premeditadamente adentrou na residência da vítima sob o pretexto de pegar uma autorização para retirada de uma carrada de areia, quando então foi abordado pela vítima, que se recusou a entregar a autorização da forma como o acusado queria”, disse o promotor.

Ele explicou ainda que o acusado teria esperado a vítima virar-se de costas e, em seguida, efetuou três disparos com arma de fogo a curta distancia, atingindo o braço, ouvido e nuca da vítima. O promotor informou também que, após o crime, o acusado evadiu-se do local dos fatos, sendo preso em flagrante por agentes da polícia civil.

Suposto mandante será julgado novamente

Antonio Orlando da Silva, que era apontado como o mandante da morte de César Leal, foi inocentado em março de 2016.  Segundo o promotor João Malato, o julgamento foi anulado e um novo júri deve ser acontecer em breve.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp