Domingo, 17 de Outubro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

23° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 municípios
R10 municípios Redação do Portal R10 / Equipe R10 Municípios
Cidades Virou Notícia
16/01/2018 00h19
Por: Diogo Costa

Em Teresina, membros do MP se reúnem com responsáveis pelo hospital estadual de Amarante

Aconteceu no dia de hoje(15) uma reunião na sede do Ministério Público Estadual do Piauí, que fica localizado na rua Lindolfo Monteiro, bairro de Fátima, na pauta, segundo ata da reunião DISCUTIR SOBRE IRREGULARIDADES NO FUNCIONAMENTO DO HOSPITAL DE AMARANTE, presentes a Coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Saúde(CAODS), Dra. Karla Daniela, Promotor de Justiça de Amarante, Dr.Afonso Aroldo ,Superintendente da SESAPI Dr. Alderico Tavares, Ivo Lima Viana(SESAPI), diretor do hospital,Sr. Ítalo e Elinete Alves do hospital.

 A respeito da reunião, a Promotora, Dra. Karla, do CAODS falou ao blog:

Em Teresina, membros do MP se reúnem com responsáveis pelo hospital estadual de Amarante

 "O objetivo da reunião foi apurar algumas denúncias que o Dr. Francisco Aroldo recebeu na cidade de Amarante, mas ele já tinha instaurado no passado vários inquéritos civis públicos  para acompanhar o funcionamento do hospital , um dos inquéritos trata da escala de plantonistas do hospital , e a denúncia que ele tinha recebido é que estava faltando médicos em alguns dias na semana no hospital de Amarante , e na audiência de hoje ficou acordado para o diretor do hospital encaminhar para o Ministério Público de Amarante, a escala de produção, porque com  a escala dar pra saber da veracidade ou não das denuncias, além do mais tem várias denuncias de funcionamento do hospital de algumas coisas que pode abalar a segurança do paciente , ficou acordado também de encaminhar o relatório e Dr. Afonso tem acompanhado relatórios da Divisão de Vigilância Sanitária de Estado, do própria SESAPI , pra melhoria do hospital, então foram acordados prazos de 10 dias para o encaminhamento desa documentação, que será possivel verificar se em algum dia na semana domês de que ocorreu de não haver médico naquele hospital , no prazo de sessenta dias ele garantiu que os banheiros vai fazer melhorias nos banheiros, até para acessibilidade das pessoas..."

 A integrante do Ministério Público, falou da resposta dada por uma coordenação de comunicação do hospital, contra a minha pessoa por ter postado as denúncias da falta de médicos: 

 "Faz parte da cidadania  que as pessoas fiscalizem prestações e serviços públicos pra cobrar um serviço de qualidade , o promotor está buscando saber se essa denuncia é verdadeira ou não com encaminhamento da produção, se os médicos numa quarta-feira do mês não tiver produtividade pode ser pode ser que ocorra alguma sansão com esse médico, mas pra isso é preciso de documento."

 Do lado do hospital conversou conosco o médico Alderico Tavares que representa a SESAPI:

 A audiência foi pra corrigir um desentendimento que tinha, porque houve algumas denuncias junto ao Ministério Público local lá , da falta de condições estruturantes do hospital e agente mostrou para o Ministério Público conjuntamente aqui que o hospital tem suas deficiências , mas que a diretoria tá fazendo uma boa Gestão e tá buscando diuturnamente melhorias para o hospital e eu creio que neste primeiro semestre as melhorias necessitarias para o hospital para o bom funcionamento do hospital será feito." Fianalizou o médico.

Fonte: Sávio Lages
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp