Terça, 11 de agosto de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Camanha ProPiauí Julho
[email protected]
86 9 9834-2372
Sexo e Prazer

Sexo e Prazer

Sexo e prazer Tudo sobre o universo sexual.

[email protected]

86 9 9834-2372

Geral - Pesquisa

Postada em 09/12/2019 ás 10h18 - atualizada em 09/12/2019 ás 10h46

Publicada por: Bruna Sampaio

De fazendeiro a advogado: veja os profissionais que fazem mais sexo
Levantamento também perguntou aos entrevistados como eles se avaliam na cama.
De fazendeiro a advogado: veja os profissionais que fazem mais sexo

Foto: Reprodução

Aqueles que estão enfrentando problemas na cama talvez encontrem motivos em um lugar inusitado: no ambiente de trabalho. Isso porque uma pesquisa publicada no Reino Unido tenta provar que a prossão das pessoas pode influenciar em sua vida sexual .

Conduzido pela Lelo UK, o levantamento entrevistou 2.000 homens e mulheres britânicos para saberintimidades e também seus ofícios. 

Os resultados mostram que os fazendeiros são aqueles que mais transam, com 33% dizendo que fazem sexo ao menos uma vez por dia.

Em seguida vieram os arquitetos, com 21%, e os cabeleireiros, com 17%. Publicitários, professores e advogados aparecem na sequência.

Ao serem questionados como avaliam sua performance na cama, os entrevistados mais otimistas foramjustamente os fazendeiros, com 67% dizendo serem incríveis no sexo. Médicos, arquitetos, operários epublicitários também têm auto-estima elevada.

Por outro lado, advogados costumam fingir orgasmos com frequência. Pelo menos é o que dizem 27% dos entrevistados. As atividades sexuais também parecem não ir muito bem para os jornalistas: 20% dizem que vão para a cama apenas uma vez ao mês. 

Em entrevista ao tabloide britânico The Mirror, uma das responsáveis pela pesquisa, Kate Moyle, disse que épreciso levar em conta, ao avaliar os hábitos sexuais.

"O nível de atividade física em uma carreira como a de fazendeiro, ao contrário de alguém em um escritório,pode impactar nos níveis de condição física e energia de uma pessoa", disse à publicação.

"Fatores relacionados ao estilo de vida nos nossos trabalhos, como a exibilidade das horas de trabalho e oambiente, também tendem a impactar nas nossas vidas, não somente no sexo."

 

 

Fonte: F5/Uol

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium