Quarta, 22 de janeiro de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Nova Comunicação 1
[email protected]
(86) 98111-9939
R10 Pet

R10 Pet

R10 Pet Tudo sobre o mundo dos pets.

[email protected]

(86) 98111-9939

Geral - Veja!

Postada em 09/12/2019 ás 12h10

Publicada por: Bruna Sampaio

A expressão facial dos cães e como ela nos conquista
Estudos apontam que os cães encontraram uma forma mais rápida para tocar nossos corações.
A expressão facial dos cães e como ela nos conquista

Foto: Reprodução/Veja

Que os pets têm um talento a mais para encantar os seres humanos já é mais do que sabido. Eles nos hipnotizam com suas peripécias e fazem nosso coração bater mais rápido a cada carícia.

Foi o que a Universidade de Portsmouth, da Inglaterra, em parceria com o Centro de Nutrição e Bem-Estar Animal WALTHAM®, parte da Mars Petcare, atestaram em estudos realizados. Eles testaram a capacidade de cães, que estavam para adoção, de alterar suas expressões faciais e assim chamar a atenção de possíveis novos tutores.

Um aspecto curioso estudado pelos cientistas é que os cães em determinado momento perceberam que ao variar a musculatura da parte interna de suas sobrancelhas, seus olhos ficavam maiores e adquiriam um olhar mais entristecido e isso atraia mais a atenção dos humanos. Segundo os pesquisadores, a nossa preferência por pets com essa expressão é porque nos remete à feições mais infantis.

Uma ferramenta foi desenvolvida pelos pesquisadores de ambas as instituições e ela consegue analisar de uma forma bem prática a famosa “carinha de dó” que alguns cães fazem quando humanos se aproximam. Ela foi nomeada de ‘DogFACS’, que em tradução livre seria Sistema de Codificação de Ações Faciais para Cães. Em resumo, ela decodifica e identifica as expressões faciais e musculares dos cães e suas alterações, nos ajudando a entender a evolução que os pets tiveram em relação a comunicação e interação humano x animal.

A pesquisa foi realizada com 27 cães que estavam à espera da adoção e foi medido o momento exato em que um humano se aproximava e a mudança na feição dos cachorros. O “olhar de coitadinho” deu certo – o olhar foi decisivo para os futuros tutores na hora da adoção.

Fonte: Ascom MARS Petcare

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium