Sexta, 07 de agosto de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Camanha ProPiauí Julho
[email protected]
86 9 9834-2372
Curiosidades

Curiosidades

Curiosidades Coluna de notícias curiosas.

[email protected]

86 9 9834-2372

Geral - Veja imagens...

Postada em 18/12/2019 ás 11h57 - atualizada em 18/12/2019 ás 12h02

Publicada por: Geysa Silva

Mulher que parecia grávida de trigêmeos remove tumor de 35 kg
Ela estava com dificuldade para respirar por causa da enorme massa em sua barriga
Mulher que parecia grávida de trigêmeos remove tumor de 35 kg

Foto: Divulgação

Uma mulher chinesa com uma barriga que parecia comportar uma gravidez de trigêmeos teve um tumor de 35 kg removido do ovári. Huang, único nome divulgado, estava com dificuldade até para respirar por causa da enorme massa dentro da barriga.

O tumor que ela apresentou foi um cistoadenoma mucinoso ovariano benigno que tomou conta de toda a cavidade abdominal. Tumores deste tipo representam 15% dos tumores ovarianos diagnosticados e se caracterizam justamente pelo crescimento rápido. No casos de Huang, a massa formada continha líquido mucinoso dentro e cresceu tanto que órgãos internos dela como o fígado, o baço e o rins, não podiam ser vistos em exames de imagem.

A chinesa foi tratada no hospital da Harbin Medical University, em Heilongjiang, no nordeste da China. Os cirurgiões removeram 33 litros de líquido, que era espesso e marrom, mas não prejudicial, do tumor ovariano de Huan. Eles também cortaram um saco pesando 2 kg, totalizando um peso de 35 kg.

O professor Li Peiling, do departamento de obstetrícia e ginecologia do hospital, disse: “Sou médico há 38 anos e já vi muitos tumores grandes, mas nunca tinha visto um assim antes. Ela era magra como uma bengala, mas sua barriga era muito grande, como se estivesse grávida de gêmeos ou trigêmeos.”

A paciente relatou que não conseguia dormir deitada e precisava sentar com um travesseiro nas costas. De acordo com a filha da mulher, o tumor cresceu tanto porque a mãe se recusou a procurar atendimento médico no início, quando o estômago dela começou a inchar. “Ela só aceitou ir depois que apresentou problemas para respirar”, contou.

O professor Li e seu colega Jiang Jing passaram 90 minutos operando o tumor. Segundo o hospital, Huang passou 24 horas em terapia intensiva antes de ser transferida para a ala geral. Ela continua em recuperação. 

Fonte: Metropoles

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium