Segunda, 21 de setembro de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Governo Setembro
[email protected]
(86) 98111-9939
Caxias

Caxias

Caxias Blog do município de Caxias.

[email protected]

(86) 98111-9939

Política - Eleições 2020

Postada em 20/12/2019 ás 10h35 - atualizada em 20/12/2019 ás 10h35

Publicada por: Caxias

Será mesmo tranquila a reeleição de Gentil?
Gentil interrompeu um longo período de domínio da família Coutinho.
Será mesmo tranquila a reeleição de Gentil?

Foto: Reprodução

A campanha eleitoral em Caxias promete ser acirrada em 2020. Apesar da aparente calmaria no cenário eleitoral imposta pela alta aprovação e o grande volume de realizações, somado à falta de um nome no clã dos Coutinho que empolgue o grupo adversário e o povo caxiense, o prefeito Fábio Gentil, precavido como é, não adota a postura do “já ganhou” e busca se garantir importando um marqueteiro de Recife.

Ao se eleger prefeito de Caxias em 2016, Gentil interrompeu um longo período de domínio da família Coutinho. Foram quatro mandatos consecutivos, dois de Márcia Coutinho, dois do falecido Humberto Coutinho e um de seu filho Léo, totalizando 16 anos de exercício da família no poder. No comparativo dos números, o atual prefeito também deixa os seus adversários comendo poeira. Sua avaliação, que passa dos 70%, supera com folga os 49% que Léo Coutinho chegou a alcançar.

Na saúde, uma gestão exemplar, fez de Caxias uma referência no Planifica SUS a ponto de servir de modelo para outros 14 estados que foram à cidade para copiar as práticas que resultaram na melhora de todos os indicadores, derrubaram a mortalidade infantil para o menor índice do Brasil e salvaram a reputação da Maternidade Carmosina Coutinho do nefasto apelido “maternidade da morte” adquirido, justamente, no governo de Léo.

Outro fator que alimenta a forte aprovação de Gentil é o rigoroso compromisso de pagamento dos salários em dia, muitas vezes, antecipado. Seu grupo político mantém-se unido e Fábio exerce uma liderança forte, organizada e aglutinante a ponto de pacificar pequenas diferenças e ter o seu exército trabalhando de maneira constante. Para ficar plenamente tranquilo, o prefeito considera a vinda de um experiente marqueteiro de Recife para aconselhá-lo durante o processo eleitoral, evitando erros que podem lhe custar a reeleição. Paradoxalmente, pode estar exatamente nessa decisão a sua fragilidade.

O campo da comunicação tem sido exatamente o que não está pacificado. Comandado por Augusto Neto, assessor municipal de comunicação, apresentador do programa Butiquim do Povo e diretor-geral da TV Guanaré, Augusto está longe de ser unanimidade entre o grupo no poder. Até mesmo parentes próximos de Fábio Gentil e em posições de poder, têm fortes críticas à atuação de Augusto, muitas vezes tido como protagonista de ações que resultam em desgastes à figura do prefeito. Contraditoriamente, Augusto Neto é, ao mesmo tempo, homem de confiança de Fábio Gentil, mas não participa do processo de negociação com o marqueteiro para a campanha, segundo uma fonte próxima. O assessor de comunicação estaria defendendo a permanência da agência que já presta serviços à prefeitura no trabalho durante a campanha.

Do lado dos Coutinho, informações dão conta de que estão preocupados em resgatar o peso de seu sobrenome e já tratam com uma agência de Teresina em paralelo à definição do nome que vai encabeçar a corrida pela prefeitura. A ideia é trazer para Caxias pessoal que já teve experiência com a cidade, conhece os seus atores políticos e explorar a história da família, sua contribuição para o desenvolvimento da Princesa do Sertão e, principalmente, o legado de Humberto Coutinho.

Outra força, a se considerar, é o velho Paulo Marinho. Matreiro, experiente e tudo, menos passivo no cenário eleitoral. Paulo Marinho perdeu muito de seu capital eleitoral mas mantém-se vivo como figura influente e domina a comunicação como poucos. Tanto aquelas na frente das câmeras quanto aquelas de bastidores que podem mexer, decisivamente, com os rumos das urnas. Paulo estará mesmo em renovada aliança com Fábio Gentil ou, como contam alguns rumores, vai fechar com o clã dos Coutinho?

Os que apostam na remota derrota de Fábio Gentil apoiam-se, justamente, no desconhecimento do cenário por parte desse marqueteiro que, em sendo influente, pode levar o prefeito a cometer pequenos, mas custosos, erros. O suficiente para a força do nome Coutinho, uma possível aliança com experiente Paulo Marinho e uma comunicação mais eficiente mudem o resultado das urnas em 2020. É aguardar para ver quem vence essa disputa.

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium