Quinta, 24 de setembro de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Educa Mais Full Banner
[email protected]
86 9 9834-2372
Saúde

Saúde

R10 Saúde Encontre aqui notícias sobre saúde e bem-estar.

[email protected]

86 9 9834-2372

Saúde - Estudo

Postada em 20/12/2019 ás 15h51 - atualizada em 20/12/2019 ás 15h52

Publicada por: Bruna Sampaio

Pimenta malagueta diminui risco de morte por derrame e infarto
Pesquisadores acompanharam hábitos de mais de 22,8 mil pessoas.
Pimenta malagueta diminui risco de morte por derrame e infarto

Pimenta malagueta (Foto: Wikipedia Commons)

Se você curte comida apimentada, acrescentar um pouquinho de pimenta malagueta na sua refeição pode ser uma boa ideia. Um novo estudo, feito por pesquisadores italianos, mostrou que esse alimento pode reduzir o risco de morte por derrame e infarto em 23%.

Para chegar a esse número, os pesquisadores recolheram dados e acompanharam por oito anos os hábitos de alimentação de mais de 22,8 mil pessoas moradoras da região de Molise, na Itália. Entre os indivíduos que comem pimenta malagueta no mínimo quatro vezes por semana o risco falecer após um derrame cerebral é diminuído pela metade. Além disso, a probabilidade desse mesmo grupo morrer por ataque do coração é 40% menor. 

Segundo Marialaura Bonaccio, líder do estudo, o tipo de dieta não influenciou nesses resultados. “Alguém pode seguir a dieta mediterrânea, outro pode comer de modo bem menos saudável, mas para todas as pessoas comer pimenta malagueta possui um efeito protetor”, contou em comunicado.

De acordo com os pesquisadores, os benefícios da pimenta malagueta devem estar relacionados ao composto químico capsaicina, que é o que dá o poder de “calor” ao alimento e reduz a inflamação no organismo, que leva às doenças cardiovasculares. Na culinária da Itália, o condimento ardente é muito usado - é citado até em anedotas e tradições culturais.

Os pesquisadores agora estão trabalhando para continuar os estudos e confirmar qual mecanismo está por trás dos benefícios da pimenta malagueta. De qualquer forma, vale ir com calma: nenhum alimento faz milagre sozinho. O ideal é variar a alimentação com diversos grupos alimentares – que também contribuem para uma boa saúde cardiovascular.

Fonte: Revista Galileu/Globo

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium