Sábado, 25 de janeiro de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
(86) 99915-1055
Coluna Policial

Coluna Policial

Coluna Policial Tudo sobre notícias policiais do Brasil e do mundo.

[email protected]

(86) 99915-1055

Polícia - No Piauí

Postada em 30/12/2019 ás 08h21 - atualizada em 30/12/2019 ás 08h28

Publicada por: Geysa Silva

Suspeitos presos durante apreensão de aeronaves e drogas são soltos
Justiça alegou que não há fatos suficientes para a manutenção da prisão
Suspeitos presos durante apreensão de aeronaves e drogas são soltos

Foto: Reprodução

Após decisão divulgada na última quinta-feira (26), a Justiça confirmou a soltura de André Luís de Oliveira Cajé Ferreira, Vagner Farabote Leite e Alexandro Vilela de Oliveira. Eles são suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas.

Os três foram presos durante a apreensão de duas aeronaves com uma tonelada de cocaína, ocorrida no dia 10 de dezembro em Teresina. O Secretário de Estado da Segurança, Capitão Fabio Abreu, concedeu entrevista à TV nesta segunda-feira e lamentou a decisão que colocou em liberdade os suspeitos.

Eles haviam sido autuados em flagrante pelos crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Em sua decisão, o desembargador José Ribamar Oliveira argumentou que não existem fatos necessários para a prisão em flagrante. "Inexistente a situação de flagrância torna-se ilegal o encarceramento da parte, sendo devido o relaxamento da prisão", destacou.

O desembargador também revogou a prisão preventiva dos suspeitos. “Isto posto, concedo o presente Habeas Corpus para revogar a prisão preventiva de André Luís de Oliveira Cajé Ferreira, Vagner Farabote Leite e Alexandro Vilela de Oliveira, mas para determinar aos mesmos o cumprimento das medidas previstas no art. 319, I e III do CPP, sem prejuízo de outras medidas cautelares que se fazem necessárias”, informou.

Defesa

Para a Justiça, a defesa alegou que André Luís, proprietário de uma empresa que realiza venda de voos executivos, veio para Teresina com o objetivo de vender uma aeronave-helicóptero. Eles também relataram que a venda do veículo não aconteceu e, por isso, foram até o aeroporto com o intuito de retornar para São Paulo com a aeronave.

De acordo com a defesa, os suspeitos foram presos sem estarem com drogas e que a aeronave e o plano de voo não possuíam quaisquer irregularidades.

Sobre o caso

A Polícia Civil realizou a apreensão de duas aeronaves, R$ 12 mil e mais de uma tonelada de cocaína pura no dia 10 de dezembro. Sete pessoas foram presas em vários pontos da capital. Segundo a Secretaria de Segurança, tratou-se da maior apreensão de cocaína na história do estado.

 

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium