Terça, 18 de fevereiro de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Geral - Reajuste

Postada em 14/01/2020 ás 09h53 - atualizada em 14/01/2020 ás 17h20

Publicada por: Geysa Silva

Teto dos benefícios do INSS sobe para R$ 6.101,06 em 2020
O novo valor decorre de um reajuste de 4,48%, que consiste na inflação oficial do País
Teto dos benefícios do INSS sobe para R$ 6.101,06 em 2020

Foto: Reprodução

O Ministério da Economia fixou em R$ 6.101,06 o teto de pagamento das aposentadorias e benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com valores acima do salário mínimo. O novo valor decorre de um reajuste de 4,48%, que consiste na inflação oficial do País, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do IBGE. A confirmação do valor consta de portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU)

A correção tem efeito a partir de 1º de janeiro deste ano e permite que o teto do INSS passe de R$ 5.839,45 para R$ 6.101,06. A portaria da Economia define ainda os valores de auxílio-doença, auxílio-reclusão, pensão por morte e salário-família, além de benefícios pagos a aeronautas, pescadores, seringueiros, entre outros.

A norma estabelece que, a partir de 1º de janeiro de 2020, o salário de benefício e o salário de contribuição não poderão ser inferiores a R$ 1.039,00, que o valor do salário mínimo definido pelo governo para este ano.

Valores de contribuições previdenciárias também estão descritos na portaria, em dois períodos distintos, de janeiro e fevereiro e, depois, a partir de março, quando entram em vigor a novas taxas de recolhimento aprovadas na reforma da Previdência ano passado.

Nos meses de janeiro e fevereiro, segurados empregados, inclusive o doméstico e o trabalhador avulso, deverão recolher para o INSS 8% se o salário de contribuição for de até R$ 1.830,29; 9%, para salário-contribuição entre R$ 1.830,30 e R$ 3.050,52; e 11%, para salário-contribuição de R$ 3.050,53 até R$ 6.101,06.

A partir de março, as faixas de recolhimento para esses trabalhadores serão de 7,5% para salários de contribuição de até 1.039,00; 9% para salários de R$ 1.039,01 até R$ 2.089,60; 12% para salários de R$ 2.089,61 até R$ 3.134,40; e 14% para salários de R$ 3.134,41 até R$ 6.101,06.

Fonte: Estadão Conteúdo

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

São João dos Patos - MA Por Cleyton Luis

Entrevista com a professora Aninha que fala do bloco algodão doce 2020

Oeiras Por R10 municípios

Dia D de vacinação mobiliza população de Oeiras contra o sarampo

Cabeceiras do Piauí Por Francisco Rocha

Em vídeo, morador mostra degradação da piscina pública de Cabeceiras

Monsenhor Gil Por Alberto Junior

Prefeitura de Monsenhor Gil entrega novos equipamentos para Saúde

Santa Cruz dos Milagres Por Diego Macêdo

Prefeito recebe nova ambulância para o município de Santa Cruz dos Milagres

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium