Quinta, 21 de Janeiro de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

23°

23° 30°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Policial
R10 Policial
Tudo sobre notícias policiais do Brasil e do mundo.
Geral Crime brutal!
14/01/2020 14h53
Por: Geysa Silva

Menina de 8 anos que desapareceu de parque foi morta pelo vizinho a facadas

Suspeito alegou que matou a criança porque sua mãe não a deixava brincar com seu filho

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Emanuelle Pestana de Castro, de 8 anos, que desapareceu de uma praça em que brincava na cidade de Chavantes, no interior de São Paulo, na última sexta-feira (10), foi encontrada morta nesta no fim da noite desta segunda-feira (13), por volta das 23h, depois que o assassino indicou o local onde estava o corpo

lavrador Agnaldo Guilherme Assunção, de 49 anos, confessou à polícia ter matado Emanuelle depois que foi reconhecido em uma das gravações, de câmeras de segurança, que registraram a vítima antes de sumir. Primeiramente, ele chegou a negar qualquer envolvimento com o sumiço, mas por fim, acabou revelando o que havia acontecido.  

Vizinho matou a criança 

 

Agnaldo era vizinho da menina e, conforme seu testemunho, cometeu o crime porque Fabiana Pestana, mãe de Emanuelle, não permitia que a filha brincasse com o enteado dele

Continua depois da publicidade

Segundo a polícia, ao avistá-la sozinha na Praça do Bode, ele convidou a vítima para colher mangas que seriam dadas como presente para Fabiana. Foi nesse momento que Agnaldo foi filmado logo atrás dela enquanto os dois atravessavam a rua. Na sequência, a menina foi de bicicleta com Agnaldo até uma área de reflorestamento e ali teria sido morta com uma facada nas costas e três no peito

Fabiana já havia declarado em entrevista que a filha não costumava falar com estranhos e que só teria acompanhado alguém que conhecesse

assassino confesso foi preso e levado para a cadeia de São Pedro do Turvo, onde deverá passar por uma audiência de custódia nesta terça-feira (14).  Ainda de acordo com a polícia, ele já tem uma passagem por homicídio cometido há cerca de 30 anos

Continua depois da publicidade

Desaparecimento

Segundo a família, Emanuelle estava acompanhada de uma amiga no parquinho da praça e a mãe ia de tempo em tempo ver se estava tudo bem. No entanto, por volta das 17h, a outra criança foi embora e ela não foi mais vista. 

Câmeras de segurança registraram a criança sentada em um banco da praça e andando pelo local. 

Fonte: Ric Mais
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®