Segunda, 01 de Março de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

27°

23° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília
Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.
Política Paquistão
07/02/2020 10h22
Por: Jornalista Milton Atanazio

Embaixada do Paquistão reune pessoas em comemoração ao Dia de Solidariedade

Dia de Solidariedade da Caxemira

Foram lidas as mensagens do Presidente e do Primeiro Ministro do Paquistão
Foram lidas as mensagens do Presidente e do Primeiro Ministro do Paquistão

Embaixada do Paquistão reune pessoas em comemoração ao Dia de Solidariedade da Caxemira

Milton Atanazio

O Embaixador do Paquistão Sr. Najm us Saqib reuniu na sede de sua embaixada em Brasília, no dia de ontem (05), a atenção da imprensa e da comunidade internacional, quando reuniu pessoas em comemoração ao Dia de Solidariedade da Caxemira.

Em sua fala o embaixador reafirma que “Comemorando hoje, o Dia da Solidariedade da Caxemira, mais uma vez, chamamos a atenção da comunidade internacional, incluindo o Conselho de Segurança das Nações Unidas, a ajudar a resolver a disputa da Caxemira, de acordo com as resoluções do CSNU e as aspirações do povo da Caxemira. Também reafirmamos nossa total solidariedade com o povo de Jammu e Caxemira ocupado pela Índia, que está continuamente sendo subjugado o sob toque de recolher e confinado desde 5 de agosto de 2019. É uma das piores crises de direitos humanos do século XXI ”, afirma o paquistanês.

O Embaixador também reiterou como apoio diplomático, moral e político do Paquistão às pessoas oprimidas de Jammu e Caxemira e garantiu que a campanha em andamento para destacar a disputa da Caxemira em todos os fóruns continuaria até que uma solução justa da disputa fosse alcançada.

Foram lidas as mensagens do Presidente e do Primeiro Ministro do Paquistão.

Outros palestrantes, incluindo representantes da Caxemira, membros da Associação Paquistão Brasil (PBA), Adido de Defesa o General de Brigada Muhammad Yousaf e o primeiro secretário, Sr. Azeem Ullah Cheema, elogiaram a bravura do povo da Caxemira ocupada em face da contínua repressão Índiana. A Índia transformou 8 milhões de pessoas de Jammu e Caxemira em uma prisão em massa, com a implantação de 900.000 forças de segurança Índianas. Dezenas de pessoas foram mortas, seqüestradas, desapareceram e mulheres foram perseguidas e molestadas. Os palestrantes declararam que a presença das Forças de Ocupação na região é ilegal bem como suas ações; seus crimes eram inaceitáveis e imperdoáveis. A Índia deve ser responsabilizada por seus crimes contra a humanidade que foram extensivamente registrados pela mídia e organizações internacionais de direitos humanos.

No final, a Associação Paquistão Brasil (PBA) apresentou um escudo ao Embaixador Najm us Saqib em reconhecimento por seus serviços inestimáveis para a Caxemira e por cuidar dos interesses da comunidade paquistanesa sediada na América do Sul.

Mais tarde, o Embaixador e sua equipe interagiram com a mídia e os membros da sociedade civil e os atualizaram sobre a situação horrível que prevalece na Caxemira ocupada e na determinação do Paquistão em continuar trabalhando rumo à uma solução justa para a disputa da Caxemira.

Com informações da embaixada do Paquistão.

Fonte: Embaixada do Paquistão
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®