Quinta, 02 de abril de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
86 9 9834-2372
Radar Político

Radar Político

Radar Político Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.

[email protected]

86 9 9834-2372

Política - Procurou a polícia

Postada em 10/02/2020 ás 08h36 - atualizada em 10/02/2020 ás 08h42

Publicada por: Geysa Silva

Após sofrer ataques nas redes sociais, prefeito piauiense registra B.O
Fez denúncia contra grupos de WhatsApp e perfis no Facebook
Após sofrer ataques nas redes sociais, prefeito piauiense registra B.O

Foto: Reprodução

O prefeito do município de Jaicós, Ogilvan da Silva Oliveira, o Neném de Edite, como é popularmente conhecido, tem sido vítima de constantes ataques contra a sua vida pessoal nas redes sociais. O caso foi parar na polícia.

Na última terça-feira (4), o prefeito esteve reunido com o secretário estadual de Segurança Pública, capitão Fábio Abreu, e com o delegado geral da Polícia Civil no Piauí, Luccy Keiko, quando apresentou o pedido de instauração de um Inquérito Policial para investigar o caso.

De acordo com o prefeito, desde o fim do ano passado, provavelmente em virtude da proximidade com o período eleitoral, as postagens passaram a ter um caráter ofensivo, calunioso e difamatório. Inicialmente, segundo o prefeito, as postagens tinham apenas cunho político, eleitoreiro, mas agora, alcançam a vida pessoal do mesmo.

Neném de Edite salientou, na petição, que a liberdade de expressão não pode servir de apoio para ofensas à vida pessoal e profissional de alguém, nem justificar ataques e ridicularizações como as que foram recentemente propagadas por meio de aplicativos de mensagens (WhatsApp) e redes sociais, como Facebook.

Na petição, o prefeito indicou grupos do aplicativo WhatsApp onde as mensagens e fake news são amplamente divulgadas, e, respectivamente, os números telefônicos que criaram os grupos. Nesses, o gestor apontou ainda um número telefônico que possuiria uma conta falsa no aplicativo com o nome “Orçamento sem compromisso”.

Em um outro grupo, o requerente indicou outro perfil falso que também estaria postando as fake news e fazendo ataques ao mesmo. Já na rede social Facebook, o gestor denunciou que as notícias falsas são postadas.

No encontro com o secretário de segurança e o delegado geral, o prefeito Neném de Edite apresentou farta documentação comprobatória dos supostos crimes e afirmou que a situação já ultrapassou os limites. “Já ultrapassou em muito os domínios do que seria considerado mero aborrecimento ou simples manifestações da oposição política, adentrando nas esferas mais íntimas do caráter e da honra do peticionante, atingindo ainda com componentes da administração municipal”, diz a petição.

Neném salienta que as ofensas são disseminadas rapidamente e se renovam diariamente. “Trata-se de uma prática reiterada de injúria, calúnia e difamação”, pontuou.

No documento em que pede a instauração do Inquérito Policial, o prefeito cita a Lei 13.834, sancionada em 2019, que pune quem cria e compartilha notícias falsas.

Fonte: Cidades na Net

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium