Sábado, 24 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

27°

19° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Radar Político
Radar Político
Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.
Piauí Inquérito
03/03/2020 16h04 Atualizada há 1 ano
Por: Bruna Sampaio

MP investiga prefeito de Lagoa do Barro do Piauí e secretária

O Ministério Público Estadual, através da 2ª Promotoria de Justiça de de São João do Piauí, instaurou procedimento preparatório para apurar supostos atos de improbidade administrativa praticados pelo prefeito de Lagoa do Barro-PI, Gilson Nunes de Sousa, e pela secretária de Assistência Social da cidade, Simone Rodrigues Coelho.

De acordo com a portaria Nº 025/2020, a servidora Eva Martins da Silva relatou ter sido exonerada por ato motivado, devidamente assinada pelo prefeito Gilson Nunes (Portaria nº 022/2020), sem que lhe tenha sido ofertado o contraditório e a ampla defesa administrativa, e que tomou conhecimento do ato por whatsapp recebido no dia anterior enviado pela secretária Simone Rodrigues Coelho.

Gilson Nunes - Foto: Reprodução
Gilson Nunes - Foto: Reprodução

Para instaurar o procedimento, o MP considerou a informação prestada pela noticiante "de que teria sido determinado a si, pela secretária de Assistência Social - Simone Rodrigues Coelho - a emissão de parecer favorável para concessão de "benefício eventual" a uma determinada família, sem que houvesse solicitação para tanto e sem a avaliação da adequação a legislação".

Continua depois da publicidade

OUTRO LADO

Procurado pelo Portal R10, o prefeito Gilson Nunes enviou ofício que originou a exoneração de Eva Martins da Silva, e esclareceu que "ela era de um teste seletivo e não efetivo".

Baixar PDF

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp