Quinta, 13 de Maio de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

31°

22° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Pet
R10 Pet
Tudo sobre o mundo dos pets.
Geral Vírus em pet
19/03/2020 15h05 Atualizada há 1 ano
Por: Francine Dutra

Morre primeiro cão diagnosticado com coronavírus

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A epidemia do coronavírus parece não afetar apenas humanos. O primeiro cão conhecido por contrair a doença, um Spitz Alemão de 17 anos, morreu em Hong Kong. No entanto, ainda não se sabe exatamente a causa da morte.

De acordo com informação do South China Morning Post, o cachorro faleceu na segunda-feira (16) após voltar para casa. O cão, que teve a infecção descoberta em fevereiro, estava de quarentena em uma instalação do governo. O último teste realizado pelas autoridades apontou como se ele estivesse curado da doença.

Um porta-voz do Departamento de Agricultura, Pesca e Conservação de Hong Kong (AFD) disse que soube da morte do cão no mesmo dia do ocorrido. Além disso, ele informa que a dona "disse que não estava disposta a permitir uma autópsia para examinar a causa da morte".

Continua depois da publicidade

O South China Morning Post acrescentou que o animal foi repetidamente testado para o vírus por meio de diversas amostras diferentes antes de voltar para casa. Em 12 de março, os exames de sangue deram negativo, o que pode ter levado as autoridades a pensar que ele estava curado.

Acredita-se que esse seja o primeiro caso conhecido de transmissão humano-animal da doença. Antes disso, "não havia evidências de que animais de estimação possam ser infectados pelo vírus ou que sejam uma fonte de infecção para as pessoas", segundo o AFCD.

Entretanto, se isso se confirmar verdadeiro, mesmo que a causa da morte nesse caso não tenha sido o vírus, podemos estar diante de um novo problema: a infecção dos animais de estimação.

Fonte: Olhar Digital
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp