Terça, 07 de julho de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
8999181700
Corrente-PI

Corrente-PI

Simone Borges Correspondente do município.

[email protected]

8999181700

Cidades - Comunicado

Postada em 23/03/2020 ás 11h46

Publicada por: Marina Sousa

Prefeitura de Corrente baixa Decreto com medidas de combate ao Coronavírus
Documento de enfrentamento ao Coronavírus, assinado nesse domingo, 22.
Prefeitura de Corrente baixa Decreto com medidas de combate ao Coronavírus

Foto: Reprodução

O prefeito Murilo Mascarenhas assinou, neste domingo (22), um novo decreto que suspende a maioria das atividades econômicas em Corrente. O texto vem para complementar o decreto nº 86, de 17 de março de 2020, que já determina as medidas excepcionais voltadas para o enfrentamento da grave crise de saúde pública decorrente do Covid-19.

Desta forma, a nova deliberação determina que, sejam suspensas todas as atividades comerciais e de prestação de serviços, excetos os serviços essenciais especificados no texto.

"São medidas duras, antipopular, mas necessárias. Precisamos proteger os nossos idosos, as nossas crianças e os Correntinos em geral", Disse o prefeito Murilo Mascarenhas.

O decreto determina a suspensão de eventos de qualquer natureza, serviços bancários prestados dentro das agência bancária e serviço de lotérica, atividades religiosas por meio presencial em igrejas ou templos. Está determinada ainda, a suspensão da feira municipal, salões de beleza e centros estético, de atividades em bares, restaurantes, distribuidores de bebidas, clubes academias, casas de espetáculos e lojas comerciais.

Só poderão funcionar atividades dos seguintes segmentos:  mercados, supermercados, mercearias, açougues, peixarias, frutarias, centros de abastecimento e distribuição alimentos; serviços delivery distribuidora de bebidas, lanchonetes e estabelecimentos congênere de alimentação, relacionados ao comércio, serviços e indústria na área da saúde; farmácias, postos de combustíveis, distribuidoras de gás, lojas exclusivas de água mineral; padarias, ficando proibindo o consumo de alimentos no local; distribuidoras de energia elétrica, água, saneamento básico, serviço de limpeza urbana e coleta de lixo, hotéis com atendimento exclusivo dos hóspedes; serviços de segurança, higienização e vigilância.

O decreto, proíbe ainda pelo prazo de 15 dias, a circulação e o ingresso, no território do município, de veículos de transporte coletivo interestadual e intermunicipal, público e privado de passageiros.

Em caso de descumprimento as penalidades vão desde multa, interdição total da atividades e cassação de alvará de localização e funcionamento.

Confira: 

Fonte: Ascom

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium