Terça, 27 de Outubro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

26°

23° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
Radar Político
Radar Político
Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.
Política Após pronunciamento
25/03/2020 16h41
Por: Geysa Silva

Regina Duarte diz que Bolsonaro 'está certíssimo' sobre quarentena

A Secretária de Cultura defendeu as declarações do presidente mesmo com muitas críticas

Foto: reprodução
Foto: reprodução

Secretária de Cultura desde o início do mês, a atriz Regina Duarte publicou, na manhã desta quarta (25), uma postagem no Instagram em que endossa o pronunciamento televisivo realizado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite da terça (24). 

"Para quem não entendeu a visão de Bolsonaro, ele está certíssimo", diz a imagem. Ao centro, está uma fotografia do presidente com uma das frases do discurso: "nós não podemos extrapolar a dose porque com desemprego a catástrofe está muito menor."

No pronunciamento, Bolsonaro criticou as ações de governos estaduais e municipais que optaram por implementar medidas de distanciamento social para conter a disseminação do novo coronavírus. Ele também pediu que comércios e escolas fossem imediatamente reabertos, e voltou a chamar a Covid-19 de "gripezinha".

Continua depois da publicidade

Parlamentares reagiram com perplexidade à fala do presidente, que havia ensaiado uma mudança de tom nos últimos dias. Em nota, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) disse que ele e seus pares consideravam "grave a posição externada pelo presidente da República hoje, em cadeia nacional".

Apesar do apoio à fala de Bolsonaro, as demais postagens de Regina Duarte no Instagram indicam que ela mesma tem se submetido ao isolamento -aos 73 anos, ela se enquadra no grupo de risco da doença.Uma das imagens que publicou inclusive brinca com a situação. "Experimentem a cada dois ou três dias as calças jeans para ver se ainda servem! O pijama é traidor", diz.

Na semana passada, a secretária de Cultura também abriu uma rodada de conversas com secretários estaduais para estudar medidas que reduzam o impacto da crise do novo coronavírus na cultura.

Continua depois da publicidade

Ainda não se sabe qual deve ser o prejuízo total do setor no país. No entanto, o secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Sérgio Sá Leitão, estima que, só em São Paulo, esse valor deve ser da ordem dos R$ 34,5 bilhões.

Fonte: Folhapress
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®