Terça, 15 de Junho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

25°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Radar Político
Radar Político
Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.
Piauí Covid-19
26/03/2020 15h02 Atualizada há 1 ano
Por: Bruna Sampaio

Wellington Dias avalia abertura gradual do comércio no Piauí

Centro de Teresina - Foto: Gustavo Mirandda
Centro de Teresina - Foto: Gustavo Mirandda

O governador do Piauí, Wellington Dias, disse durante coletiva de imprensa online nesta quinta-feira (26), que na próxima semana, vai avaliar abertura gradual do comércio no estado.

Ele explicou que analisará a situação de casos do covid-19 no estado até este domingo (29). Dependendo do cenário, convocará uma reunião na segunda-feira (30) para decidir quais setores poderão voltar a funcionar.

"O decreto [18.884] encerra terça-feira. Dependendo do que vai acontecer até domingo, vamos ter uma avaliação na segunda, com base nela, estaremos tomando uma decisão", afirmou.

Continua depois da publicidade

O Piauí tem oito casos confirmados de covid-19. Destes, segundo o governador, três pacientes estão na UTI. "Temos três em situação de UTI, dois receberam alta e, temos outros, como o Marcelo [jornalista], que já saíram da entubação", disse. 

"A gente começou a trabalhar com um cenário muito ruim. Por isso tivemos que tomar medidas muito mais fortes. O cenário apontava que era possível, por exemplo, hoje, dia 26, que tivéssemos 120 casos de coronavírus e precisaríamos de aproximadamente 500 UTIs e nós não tínhamos. O fato é que está dando mais baixo do que o que a gente previu. Estamos melhorando também as ações protetivas. O que vamos avaliar é que, assim como áreas podem funcionar com medidas protetivas, outras também podem. Então segunda-feira, dependendo do que acontecer até domingo, podemos ampliar o número de áreas que podem funcionar", explicou o gestor. 

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp