Quarta, 27 de maio de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Campanha app Governo do PI
Cidades - Ação

Postada em 29/03/2020 ás 08h00

Publicada por: Cristina

MPPI investiga descaso com a prefeitura de Passagem Franca-PI
A prefeitura estaria fechada a dois meses.
MPPI investiga descaso com a prefeitura de Passagem Franca-PI

O Ministério Público do Piauí ingressou, nesta sexta-feira (27), com ação civil pública requerendo liminar para que o prefeito de Passagem Franca, Raislan Santos, garanta o oferecimento à população das atividades essenciais, estabelecidas no Decreto Federal nº 10.282 de 20 de março de 2020. A legislação federal traz uma lista de serviços públicos e atividades consideradas essenciais, ou seja, que se deixarem de ser atendidos podem colocar em risco a sobrevivência, a saúde ou a segurança da população.

O promotor de Justiça Ari Martins é o autor da ação. Ele solicita também que seja determinado ao chefe do executivo de Passagem Franca o retorno imediato do funcionamento da prefeitura do município após o período de restrição por conta da pandemia da Covid-19. O titular da Promotoria de Justiça de Barro Duro requer a fixação de multa diária superior a 50 mil reais caso o Judiciário acate os pedidos do MPPI e o prefeito não cumpra as medidas solicitadas.

Na ação, o promotor de Justiça detalha uma série de situações constadas pelo MP, e que demonstram descaso e abandono por parte do chefe do poder público de Passagem Franca. Vários exemplos são citados, entre os quais a falta de respostas às requisições do Ministério Público; a ausência de informações sobre onde trabalham os servidores públicos da Prefeitura; atrasos frequentes de salários; constantes bloqueios das contas da administração municipal pelo Tribunal de Contas do Piauí.

Uma situação concreta exposta pelo promotor foi uma visita realizada, em janeiro deste ano, por equipe da Promotoria de Barro Duro e auditores do Tribunal de Contas do Estado. Os técnicos do MP e do TCE ao chegarem à sede da prefeitura a encontram fechada e sem servidores trabalhando no local. Vizinhos do prédio relataram que os servidores estariam trabalhando na sede da Câmara Municipal da cidade. Na sede do Legislativo de Passagem Franca, as equipes encontraram apenas um servidor que informou que a prefeitura estaria fechada a dois meses.

A situação, segundo o promotor de Justiça, piorou após a decretação de emergência em razão da pandemia da Covid-19. Serviços classificados como essenciais foram suspensos, entre eles o de assistência social. O acesso a essa atividade deve ser assegurado pelo poder público, mesmo em situações da emergência como a vivia atualmente pela população.

Fonte: MPPI

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

José de Freitas-PI Por Ítalo Fonseca

Professores de José de Freitas tem desconto ilegal de seus salários.

Cajazeiras Por R10 municípios

Prefeitura de Cajazeiras realiza ampliação da rede de energia elétrica

Demerval Lobão - PI Por Katia Cruz

Demerval Lobão | Prefeitura e Saúde intensificam ações contra a covid-19

Oeiras Por R10 municípios

SEMUSA divulga atualização dos dados de covid-19 em Oeiras

Monsenhor Gil Por Alberto Junior

Saúde de Monsenhor Gil divulga atualização dos casos de Covid-19

Mais lidas da semana

»

© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium