Terça, 26 de maio de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Campanha app Governo do PI
[email protected]
86 9 9834-2372
Cinema

Cinema

Cinema As últimas notícias do cinema, trailers e entrevistas, horários de filmes, e muito mais.

[email protected]

86 9 9834-2372

Entretenimento - Filmes

Postada em 02/04/2020 ás 11h24

Publicada por: Bruna Sampaio

Sony adia suas principais estreias de cinema para 2021
Isso também gerou mudanças no calendário do ano que vem.
Sony adia suas principais estreias de cinema para 2021

Foto: Divulgação

A pandemia do novo coronavírus bagunçou completamente os calendários cinematográficos ao redor do mundo. Diversos estúdios precisaram adiar as estreias programadas para o primeiro semestre de 2020 diante do fechamento de salas de cinema e da necessidade de isolamento.

A Sony, no entanto, anunciou na terça-feira (31) que vai adiar todas as suas principais estreias do ano para 2021, inclusive aquelas que estavam programadas para entrar em cartaz no segundo semestre.

Perderam suas datas originais de lançamento o infantil "Pedro Coelho 2: O Fugitivo", que foi para 15 de janeiro, e os blockbusters "Ghostbusters - Mais Além" e "Morbius", agora previstos para 5 de março e 19 de março, respectivamente.

Isso também gerou mudanças no calendário do ano que vem. "Uncharted", adaptação do game homônimo protagonizada por Tom Holland, foi de março de 2021 para 8 de outubro do mesmo ano. As datas dizem respeito às estreias nos Estados Unidos -no Brasil, a nova programação deve ser anunciada em breve.

Entre as alterações também estão o cancelamento da estreia de "Greyhound", com Tom Hanks, antes prevista para junho e agora sem data, e o adiamento indefinido de um projeto sem nome da Sony em parceria com a Marvel, inicialmente agendado para outubro de 2021, de acordo com a Variety.

O único filme que agora poderá ser visto antes pelo público é "Fatherhood", drama com Kevin Hart que será lançado em 23 de outubro de 2020, também nos EUA, em vez de em 15 de janeiro de 2021.

Com a decisão, a Sony se torna o estúdio que até agora tomou medidas mais drásticas e definitivas sobre seu calendário de longas diante da Covid-19.

Todos os grandes estúdios de Hollywood já haviam mexido em sua programação, mas se limitaram, em grande parte, ao primeiro semestre de 2020. "Mulan", da Disney, por exemplo, deixou de entrar em cartaz em março, mas ainda não ganhou nova data de estreia, diante da imprevisibilidade da atual pandemia.

Fonte: R7

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium