Terça, 04 de agosto de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
86 9 9834-2372
R10 Auto

R10 Auto

R10 Auto Confira todas as notícias sobre carros, motos, lançamentos, além de segredos e guia de compras.

[email protected]

86 9 9834-2372

Geral - Novidade

Postada em 07/04/2020 ás 12h18 - atualizada em 07/04/2020 ás 15h50

Publicada por: Francine Dutra

Novo Fiat Strada tem 'corpo' de Toro e interior de Uno; veja
Segunda geração da Fiat Strada aposta em estilo parecido com o da picape maior.
 Novo Fiat Strada tem 'corpo' de Toro e interior de Uno; veja

Foto: Reprodução

Como fazer o lançamento de um automóvel em meio ao furacão da Covid-19? A doença pegou a indústria, que planeja suas ações com anos de antecedência, de surpresa.

A Fiat previa lançar a nova geração da picape Strada agora. Mas, diante das circunstâncias, decidiu adiar.

A fábrica disse tratar com grande atenção a chegada da nova Strada e que colocaria no ar um hot site sobre ela até o seu efetivo lançamento, no segundo semestre.

Novos projetos têm a obrigatoriedade de ter itens como ESP e Isofix e a Strada 2021 já conta com eles. Para projetos antigos, porém, a determinação começa a valer no ano que vem. Ainda assim, seria inviável adaptar o projeto da velha geração da Strada às exigências impostas pela legislação.

E, como a procura ainda é gigantesca e ela é um sucesso de vendas, o catálogo terá uma representante da velha guarda até 2021. Essa honra caberá à Hard Working 1.4 cabine simples.

Todo o restante da gama será composta por cinco configurações da nova geração. Feitas as apresentações, é hora de conhecer em detalhes todas as versões da picape mais vendida do Brasil.

A primeira versão analisada é a topo de linha, Volcano, única picape da família que será vendida apenas com cabine dupla. O grande destaque, obviamente, é a nova carroceria.

Esqueça a configuração com três portas e o assento traseiro com apenas dois lugares da versão CD (cabine dupla) vendida desde 2009. A nova geração tem portas em ambos os lados e três lugares na traseira, todos com cintos de três pontos e apoios de cabeça – outras exigências da lei.

É simplesmente impossível não ver na nova Strada uma similaridade gigantesca com sua irmã maior, a Toro. Capô, cabine e caçamba conferem à estreante um layout que mais parece uma versão reduzida da picape compacta-média.

A parte com menos pontos de contato entre as picapes irmãs é a dianteira. Diferentemente da Toro, com seus faróis bipartidos, a Strada usa peças com corpo único e contornos muito parecidos com os do Mobi.

O farol, aliás, é um dos destaques positivos da Volcano. Tem leds no DRL (luzes de uso diurno) e nos fachos baixo e alto – apenas os piscas são dotados de lâmpadas convencionais.

Os faróis de neblina, com contornos retangulares, também contam com lâmpadas comuns, halógenas. Já o para-brisa é exatamente a mesma peça aplicada pela Fiat no compacto Mobi.

Caminhando em direção à lateral, outro sinal da presença do hatch: apesar de terem estruturas e principalmente o arco superior diferentes, as portas dianteiras da nova Strada exibem a mesma folha externa do Mobi.

Esse compartilhamento explica o adereço plástico que imita uma saída de ar do capô, afixado no para-lama exatamente para casar com o vinco estampado na porta.

A traseira, por sua vez, é 99,9% Toro. A começar pelas lanternas, que se prolongam em direção às laterais, mas, quando vistas por trás, acesas, mostram um formato quadrado tanto nas luzes de freio quanto nas de posição.

A principal diferença entre as picapes da Fiat, na traseira, está na tampa da caçamba.

Enquanto na Toro ela é bipartida, com abertura para as laterais, na Strada a tampa é convencional, com dobradiças na linha inferior. Na Volcano, capota marítima e protetor de caçamba são de série.

Novo motor Firefly

A abertura pode até ser convencional, mas a nova Strada se inspirou na rival VW Saveiro e passa a contar com um sistema que alivia o peso nos dois sentidos, tanto de abertura quanto de fechamento.

A caçamba tem ainda iluminação por led – ativada por um botão no topo do console central.

E um sistema de tampa retrátil, que impede o acesso ao parafuso que libera a bandeja do estepe – na verdade, uma roda de emergência com pneu bem mais fino do que os 205/60 R15 de rodagem, do tipo todo-terreno, montados em rodas de liga leve.

As virtudes da caçamba vão além da tampa leve. A Volcano tem capacidade de carga de 650 kg e uma caçamba com volume de 844 litros – os mesmos números da Renault Duster Oroch.

A Strada CD aposentada tinha 584 litros de volume e os mesmos 650 kg de capacidade de carga.

Na motorização da Volcano, outra grande novidade: sai o velho E.torQ 1.8 de 132/130 cv e 18,9/18,4 kgfm, entra o moderno Firefly 1.3 de 109/101 cv e 14,2/13,7 kgfm, herdado do Argo.

Como era de esperar, a perda de vigor nas acelerações é nítida.

Em testes, a velha Adventure 1.8 acelerou de 0 a 100 km/h em 12,3 segundos, enquanto a nova Strada Volcano cumpre a mesma prova em 13,1 s.

Mas, em compensação, e também dentro do esperado, no consumo as posições se invertem. Enquanto a 1.8 fez as médias de 9,1 km/l na cidade e 11,8 km/l na estrada, a 1.3 conseguiu 12,9 km/l e 17 km/l, respectivamente.

Na cabine, o teto preto, comum a todas as versões, é bem-vindo: o antigo, de tecido claro, sujava com facilidade. O painel, completamente novo, é mais funcional, com porta-objetos grandes e em maior quantidade.

Contudo, ao menos na Volcano, principal versão com a qual a marca pretende atrair consumidores de hatches e sedãs, esperava-se um pouco menos de plásticos rígidos.

Quanto aos equipamentos, o destaque fica com a central multimídia, que em breve será encontrada também em outros modelos da linha Fiat.

De acordo com a empresa, essa central será a primeira do mercado brasileiro a contar com Android Auto e Apple CarPlay com conexão sem cabo.

Além de vendida exclusivamente com cabine dupla, a Volcano sairá completa de série – a versão básica, Endurance, terá três pacotes de opcionais e a intermediária, Freedom, apenas um. Por falar na família…

Cabines simples e dupla

 

Além da Volcano, tem outro extremo do catálogo da Strada 2021: a Endurance CS. A diferença entre elas começa no fato de a Endurance ser oferecida com cabines simples e dupla. E o motor também é outro.

Aqui, o capô abriga o velho Fire EVO 1.4 de 88/85 cv e 12,5/12,4 kgfm que, inclusive, equipa também a “Strada velha” Hard Working.

A Fiat foi ousada ao mudar sua campeã de vendas, mas sabia que precisava de cautela.

Afinal, seu público fiel poderia torcer o nariz para um projeto novo e sem o histórico de confiabilidade da velha Strada com a qual ele já estava acostumado havia anos.

Não à toa, a suspensão traseira permanece com molas semielípticas (o popular feixe de molas).

E segue também o comportamento um tanto saltitante sobre piso irregular. Desde a velha Strada, essa característica pode ser atenuada ao rodar com peso na caçamba, com capacidade para 720 kg de carga e 1.354 l de volume.

Na pista de testes, a obsolescência frente ao Firefly 1.3 é evidente. A Endurance CS fez de 0 a 100 km/h em 14,4 s e registrou consumo de gasolina (urbano e rodoviário) de 11,4 km/l e 15 km/l.

A Volcano CD 1.3 cumpriu as mesmas avaliações em, respectivamente, 13,1 s, 12,9 km/l e 17 km/l.Felizmente, quem quiser a eficiência do Firefly 1.3 não precisará partir obrigatoriamente para a Volcano.

Entre ela e a Endurance, a Fiat encaixou a Freedom 1.3. Assim como a versão de base, a intermediária também será vendida com cabines simples e dupla. Mas voltemos à Endurance.

No acabamento, pouca coisa muda em relação à Volcano. Um tecido menos nobre no banco aqui, um friso a menos no console ali.

Até a capa que cobre as ferragens dos bancos ficou de fora na briga pelo barateamento. Os preços, aliás, não foram divulgados até o fechamento desta edição.

Fonte: Quatro Rodas

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium