Sábado, 18 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

23° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
Geral No Piauí
15/04/2020 15h23 Atualizada há 1 ano
Por: Geysa Silva

Liberado aplicativo para alunos receberem auxílio da merenda

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) liberou para download nesta terça-feira (14) o aplicativo para que estudantes tenham acesso ao auxílio emergencial de alimentação escolar durante a pandemia do coronavírus. Ao todo, 59 mil alunos passarão a receber a ajuda financeira de R$ 60. Por enquanto, apenas as famílias cadastradas no programa social Bolsa Família têm direito.

Na live desta terça a alunos e professores da rede estadual, o secretário da Seduc, Ellen Gera, reforçou que não será necessário se deslocar até a escola para ir atrás do benefício. Para saber se tem direito, basta acessar o site da Seduc (www.seduc.pi.gov.br), com o CPF do responsável por receber o Bolsa Família, e fazer a consulta.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O cadastro deve ser realizado no nome do responsável pela família de cada estudante. O pagamento será feito por meio do aplicativo Carteira bB (atenção: na hora do download, verificar o servidor do aplicativo, que deve ser Banco do Brasil SA). Confira o passo a passo.

- Baixe e instale o aplicativo da Carteira bB no seu celular. CLIQUE AQUI

- Complete o seu cadastro. Lembre que você deve ser o beneficiário.

- A carteira vai avisar que você tem um benefício. Se não, toque em RECEBER.

- Na tela seguinte, é só tocar na opção do seu benefício.

- Agora, você preenche as informações e vá em CONFIRMAR.

- Pronto! O dinheiro já está na sua Carteira bB.

Segundo a Seduc, R$ 3,5 milhões foram disponibilizados para o auxílio de merenda escolar. Na sexta-feira, o valor estará disponível. “Nesse momento, estamos repassando às famílias contempladas pelo Bolsa Família, que era a nossa prioridade. Uma vez cadastradas e validadas, o benefício cairá automaticamente", contou Gera.

Isolamento social e decretos de calamidade

Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas.

Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Escolas, universidades e a maior parte do comércio, assim como serviços públicos, suspenderam as atividades. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.

Lavar as mãos de forma correta (veja vídeo), uso de álcool em gel, máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença.

É importante também ficar atendo quanto às formas de transmissão do vírus e os sintomas. O infográfico abaixo ilustra algumas das formas de se prevenir:

Fonte: G1 PI
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp