Domingo, 05 de julho de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Saúde - Trincheiras

Postada em 21/04/2020 ás 16h56

Publicada por: Cristina

Valas comuns para vítimas de covid-19 são abertas em Manaus; veja vídeo
No estado, o número de casos confirmados chegou a 2.160, com 182 mortes no total.
Valas comuns para vítimas de covid-19 são abertas em Manaus; veja vídeo

Após anunciar a instalação de contêineres frigoríficos, a Prefeitura de Manaus informou, nesta terça-feira (21), que está fazendo valas comuns, chamadas pelo órgão de trincheiras, para enterrar vítimas do novo coronavírus no cemitério público Nossa Senhora Aparecida, no bairro Tarumã, Zona Oeste da capital. Até o boletim desta segunda-feira (20), Manaus já registrava 156 mortes por Covid-19. No estado, o número de casos confirmados chegou a 2.160, com 182 mortes no total.

O rápido aumento de mortes por Covid-19 no estado fez com que dezenas de covas fosse abertas no mesmo cemitério, desde a última sexta-feira (17). Segundo informações da prefeitura, desde março, houve um acréscimo de aproximadamente 50% na demanda. Cartórios da capital também estenderam o regime de plantão para atender alta demanda de registro de óbito.

Nesta terça-feira (20), a Prefeitura de Manaus informa, por meio de nota, que devido ao grande aumento no número de sepultamentos realizados no cemitério, a Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) adotou o sistema de trincheiras para realizar o enterro das vítimas de Covid-19.

"A metodologia, já utilizada em outros países, preserva a identidade dos corpos e os laços familiares, com o distanciamento entre os caixões e com a identificação das sepulturas. A medida foi necessária para atender a demanda de sepultamentos na capital", disse a nota.

Nesta segunda-feira (20), a Semulsp já havia informado ao G1 que teve que instalar contêiners frigoríficos no cemitério para comportar caixões que aguardavam sepultamento. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram filas de carros de funerárias aguardam para sepultar corpos.

A medida visa dar mais agilidade ao serviço SOS Funeral, que, hoje, é o único disponível para população mais vulnerável de forma gratuita, para realizar o enterro das pessoas que não têm condições para arcar com as custas do sepultamento.

"As câmaras estão sendo utilizadas para o armazenamento dos caixões, enquanto os familiares aguardam o momento do enterro, sem a necessidade do veículo do SOS Funeral ficar aguardando a liberação, já podendo retornar à base para novo chamado", pontua a nota da Semulsp.

Fonte: G1

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Campo Largo-PI Por Roberto Freitas

SMS atualizou boletim epidemiológico da Covid-19 em Campo Largo-PIl

Dom Expedito Lopes Por Josely Ecologista

Prefeito Valmir Barbosa realiza sonho de moradores da Serra do Baliza

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

Capacitação on-line fortalece ações do Programa Família Acolhedora em Timon

Demerval Lobão - PI Por Katia Cruz

Demerval Lobão já tem 213 curados da Covid-19; confira detalhes

Beneditinos Por Cascatinha Pessoa

Comercio de Beneditinos fecha 100% neste Sábado e Domingo

Mais lidas da semana

»

© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium