Domingo, 25 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

32°

21° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
Ilizianny
Ilizianny Correspondente do município de Floriano
Cidades Floriano
23/04/2020 13h37
Por: Ilizianny

Rede CAPS de Floriano reforça assistência à moradores de rua

A Rede de Saúde Mental de Floriano tem intensificado o trabalho voltado às pessoas em situação de vulnerabilidade social e serviços específicos destinados àqueles em situação de rua.

Segundo a Coordenação de Saúde Mental de Floriano, os profissionais continuam acolhendo diariamente os usuários no CAPS II localizado na Rua Fernando Marques, no centro da cidade. O serviço dispõe de uma equipe multidisciplinar (psicólogos, médicos, assistentes sociais, enfermeiros, dentre outros) de plantão diariamente de segunda a sexta, exceto nos feriados, das 8h às 17h .

Foto: Secom
Foto: Secom

"Em decorrência da pandemia em que vivemos, os atendimentos e acolhimentos foram priorizados aos usuários em crises (psicoses, neuroses graves, risco de suicídio, dependência química descompensada, etc). O serviço realiza pontualmente visitas domiciliares, administração de medicação injetável e manejo de crises familiares na residência, além de consultas psiquiátricas e neuropediátricas e atendimentos psicológicos quando necessário", destacou Idalina de França, coordenadora de Saúde Mental. 

Uma outra ação importante da rede de saúde mental está na assistência fornecida às pessoas em situação de rua, onde as mesmas são acolhidas diariamente no serviço de Saúde Mental (seguindo o protocolo de distanciamento físico, uso de EPIs pela equipe e higienização do espaço físico). Todas as manhãs, o usuário é convidado a fazer sua higienização com banhos e café da manhã, além da administração de medicamentos para aqueles que fazem uso.

Ao meio-dia, o transporte do serviço juntamente com parte da equipe faz a entrega de quentinhas a essas pessoas em situação de rua no local onde se encontram. "São realizadas também intervenções junto às pessoas em situação de rua que tem família e permanecem na rua, tentando conscientização e estratégicas de fortalecimento de vínculos entre eles", explica Idalina de França.

Em relação àqueles que fazem uso abusivo de álcool e outras drogas, inicialmente estes dependentes são direcionados às comunidades terapêuticas que são parceiras no cuidado. Mas como não é permitida internação compulsória, a permanência dos mesmos é uma decisão de livre arbítrio. 

"Diante do quadro estamos diariamente realizando assistência à saúde junto a essa população, diminuindo seus riscos e danos. A Saúde Mental é solidária a população de rua, priorizando nesse momento seus cuidados físicos e mentais. O momento é de união e parcerias, por isso todos em casa, quem não tem uma casa para ir tem nossa assistência. Saúde e consciência para todos nós", reforça James Rodrigues, secretário de Saúde de Floriano.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp