Terça, 02 de junho de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Geral - Piauí

Postada em 10/05/2020 ás 10h45

Publicada por: Marina Sousa

Governo define normas sanitárias para funcionamento de consultórios médicos
As atividades poderão voltar a funcionar, desde que as normas sanitárias designadas sejam obedecidas
Governo define normas sanitárias para funcionamento de consultórios médicos

Foto: Divulgação

O Governo do Estado autorizou, por meio da portaria conjunta da Diretoria da Unidade de Vigilância Sanitária do Estado do Piauí (Divisa) e Sesapi, na portaria Nº 0385/2020, o funcionamento de consultórios médicos e serviços de assistência à saúde durante a quarentena por serem considerados serviços essenciais.

O documento estabelece medidas de segurança sanitária para o funcionamento dos serviços médicos e estabelecimentos assistenciais de saúde, no âmbito das medidas excepcionais para enfrentamento à Covid-19.

As atividades médicas, em toda sua plenitude, e os estabelecimentos assistenciais de saúde, são atividades necessárias e indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da população. Portanto, nesse momento de pandemia, as atividades médicas classificadas como essenciais e autorizadas a funcionar são:

– Atendimentos clínicos e/ou cirúrgicos em situação de urgência e emergência em qualquer especialidade médica e em qualquer cenário de atendimento (hospitais, pronto atendimentos, clínicas e consultórios);

– Procedimentos e exames para o suporte aos atendimentos realizados (laboratórios de exames e clínicas de imagem);

– Consultas, exames laboratoriais e de imagem e procedimentos ambulatoriais relacionados a oncologia, hemodiálise, pré-natal e qualquer especialidade com doenças crônicas;

– Retomo pós-operatório em qualquer especialidade;

– Cirurgias que não caracterizam urgência, mas são inadiáveis, como cirurgias oncológicas, cardiovasculares, transplantes de órgãos e tecidos, dentre outras;

– Atendimento de pacientes portadores de doenças crônicas e/ou que fazem parte de programas nos quais necessitam de curativos e dispensação de fármacos, órteses e próteses;

– Casos ambulatoriais em que o atendimento presencial é imperativo após teletriagem e/ou teleorientação em prol do bem-estar do paciente e desde que atenda a todas as normas e recomendações das autoridades competentes e sanitárias.

A portaria recomenda o cumprimento das normas sanitárias necessárias para o funcionamento das atividades médicas e de assistência à saúde, como a higienização frequente do ambiente, a preferência por ventilação natural, seguir todas as normas de higienização, proteção individual dos profissionais de saúde e restrição de contato, disponibilizar água e sabão, bem como álcool em gel 70% aos profissionais e pacientes, além de evitar aglomerações, exigir a todos o uso de máscaras e compartilhamento de equipamentos como teclado, telefone, mesa, canetas, etc., dentre outras normas.

Portaria Vigilância Sanitária

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Floriano Por Ilizianny de Carvalho

Saúde divulga em audiência balanço do primeiro quadrimestre de 2020

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

Casal tem moto roubada dois dias após inaugurar hamburgueria delivery

Água Branca-PI Por Celim

Água Branca registra mais dois pacientes recuperados do COVID-19

São João da Serra Por Cosme Jales

Volta às aulas na rede municipal de ensino em São João da Serra

São João dos Patos - MA Por Cleyton Luis

Boletim coronavírus São João dos Patos

Mais lidas da semana

»

© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium