Sábado, 04 de julho de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Banner Governo Junho
[email protected]
(61) 98191-9906
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

Jornalista Milton Atanazio Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.

[email protected]

(61) 98191-9906

Política - Destaques do dia

Postada em 11/05/2020 ás 08h37

Publicada por: Jornalista Milton Atanazio

11 de maio, segunda-feira - A Coluna Foco na Política apresenta ...
Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado
11 de maio, segunda-feira - A Coluna Foco na Política apresenta ...

Os destaques da mídia na Coluna Foco na Política

Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado. Lockdown em Niterói e São Gonçalo, no Rio. Na cidade de São Paulo, está valendo o rodízio de veículos mais rígido. O Brasil conta mais de 11 mil mortos pelo coronavírus. Em meio a pedidos de adiamento, as inscrições do Enem são abertas hoje. Investigação sobre suposta interferência política de Bolsonaro na Polícia Federal ouve novos depoimentos. E ainda: os concursos com inscrições abertas pelo país. Lockdown no RJEquipamento de ginástica interditado em Niterói por conta do coronavírus — Foto: Pilar Olivares/Reuters

Equipamento de ginástica interditado em Niterói por conta do coronavírus — Foto: Pilar Olivares/Reuters

Para tentar conter o avanço da pandemia de coronavírus, duas cidades da Região Metropolitana do Rio de Janeiro – Niterói e São Gonçalo – iniciam nesta segunda-feira (11) um isolamento intensificado com as medidas mais restritivas de tráfego e circulação de pessoas.

Entenda o que é lockdown

O lockdown já está sendo adotado em 18 cidades das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste, dentre elas Belém, São Luís e Fortaleza.

As vizinhas Niterói e São Gonçalo são as primeiras do estado do RJ a implementar o confinamento total. O prazo inicial é de cinco dias, até sexta-feira (15), mas com possibilidade de prorrogação.

Rodízio em São Paulo   Trânsito em SP na última quinta-feira (9), quando o índice de isolamento social atingiu o menor patamar — Foto: Ronaldo Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo

Trânsito em SP na última quinta-feira (9), quando o índice de isolamento social atingiu o menor patamar — Foto: Ronaldo Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo 

Está em vigor desde a zero hora desta segunda-feira (11) o rodízio ampliado de veículos na capital paulista. No primeiro dia de circulação, apenas os veículos com placas de final ímpar têm autorização para rodar na cidade. Diferentemente do rodízio habitual, o novo rodízio ampliado é válido para toda a cidade, não apenas nas áreas do chamado centro expandido, segundo a prefeitura.

A medida tem o objetivo de elevar a taxa de isolamento na cidade e vale durante as 24 horas do dia, inclusive aos sábados e domingos, conforme o decreto do prefeito Bruno Covas. O decreto estabelece multa de R$ 130 para quem desrespeitar a regra e a perda de quatro pontos na CNH.

Só estão autorizados a circular na cidade os profissionais de serviços essenciais, como saúde, segurança e alguns serviços públicos assistenciais.

Coronavírus no Brasil

O Ministério da Saúde divulgou neste domingo (10) o mais recente balanço dos casos de novo coronavírus no Brasil.

Os principais dados são:

Foram 496 mortes confirmadas em 24 horas 162.699 casos confirmados, eram 155.939 no sábado (9) Foram 6.760 casos incluídos no balanço em 24 horas 86.619 pacientes estão em acompanhamento 64.957 pessoas estão curadas (39,9%)  As vítimas da Covid-19 — Foto: Editoria de Arte/G1

As vítimas da Covid-19 — Foto: Editoria de Arte/G1

Na nossa página especial você vê um memorial das vítimas da Covid-19, que mostra que esses números têm história. Rostos anônimos e famosos que ajudam a contar a tragédia da doença no país, os sonhos e as vidas interrompidas pela pandemia, uma homenagem pela memória desses brasileiros.

ASSISTA AO VÍDEO

https://globoplay.globo.com/v/8544281/

Brasil ultrapassa 11 mil mortos por Covid-19; Fantástico faz homenagem

Corrupção na pandemia

Milhões de reais que deveriam salvar vidas estão sendo investigados em todo o Brasil. Compras emergenciais abrem brechas para fraudes em cima da aquisição de respiradores e equipamentos de proteção, como as máscaras.

Esta semana, a polícia realizou operações para atacar o vírus da corrupção. Foram abertas investigações no Mato Grosso, Rio de Janeiro, Roraima, Pará, Santa Catarina e São Paulo. Autoridades e empresários foram presos. Confira a reportagem do Fantástico abaixo: 

Polícia realiza operação em seis estados e expõe superfaturamento de compras na Saúde Polícia realiza operação em seis estados e expõe superfaturamento de compras na Saúde

ASSISTA AO VÍDEO

https://globoplay.globo.com/v/8544300/

Auxílio emergencial

Duas semanas após a data originalmente anunciada para dar início ao pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial, o governo não divulgou sequer o novo calendário para a liberação do benefício.

3,5 milhões ainda não conseguiram movimentar a ajuda PASSO A PASSO: saiba como pedir o auxílio

Ao anunciar o início do cadastramento no programa, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, apresentou um calendário que previa o início do pagamento da primeira das três parcelas de R$ 600 em 9 de abril, para os beneficiários que não recebem o Bolsa Família. Já a segunda parcela deveria ser paga entre os dais 27 e 30 de abril, ficando a terceira para entre os dias 26 e 29 de maio.

No dia 20 de abril, a Caixa organizou uma entrevista coletiva no Palácio do Planalto para anunciar a antecipação para o dia 23 do mesmo mês. Na véspera da nova data, no entanto, o Ministério da Cidadania divulgou uma nota informando que o governo não poderia antecipar esse pagamento.

Enem 2020Site do Enem — Foto: Reprodução site do Enem

Site do Enem — Foto: Reprodução site do Enem

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 serão abertas nesta segunda-feira (11) em meio a uma série de pedidos de adiamento por causa da pandemia de coronavírus. Os candidatos devem fazer o cadastro no site oficial da prova até 22 de maio.

Neste ano, as provas presenciais vão ocorrer em 1 e 8 de novembro. A primeira versão digital do exame será em 22 e 29 de novembro. A taxa de inscrição custa R$ 85 e deve ser paga entre 11 e 28 de maio, em agências bancárias, casas lotéricas e correios.

Desde que o edital do Enem foi divulgado, uma série de pedidos de adiamento vieram de diferentes instituições. Elas defendem que, se o cronograma do Enem for mantido, haverá uma ampliação das desigualdades de acesso ao ensino superior.

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, em entrevista ao G1reafirmou que as datas estão mantidas 'por enquanto' e que não é o momento de pensar em adiamento.

Concursos

Pelo menos 120 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (11) e reúnem 14.737 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 18.,24 na Prefeitura de Água Doce (SC).

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Nesta segunda-feira, pelo menos 4 órgãos abrem o prazo de inscrições para 200 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade.

Suposta interferência na PFO delegado Alexandre Ramagem — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O delegado Alexandre Ramagem — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo 

O diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, o ex-superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro Ricardo Saadi, e o ex-diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, devem prestar depoimento nesta segunda-feira (11) no inquérito que apura suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal, aberto após as declarações do ex-ministro Sergio Moro na saída do governo.

Neste domingo, Ramagem visitou o presidente Bolsonaro no Palácio da Alvorada, em Brasília. Amigo da família do presidente e delegado da Polícia Federal, Ramagem não falou com a imprensa na saída. Questionadas, as assessorias da Abin e da presidência da República não confirmaram o encontro, nem informaram o motivo da visita.

No fim de abril, Ramagem foi nomeado por Bolsonaro como novo diretor-geral da Polícia Federal em substituição a Maurício Valeixo, que ao ser retirado do cargo causou a crise entre o presidente e o então ministro da Justiça. A troca, porém, foi barrada pelo Supremo.

Sergio Moro foi o primeiro a ser ouvido no inquérito e em um depoimento de 8 horas reafirmou as declarações e apontou que uma reunião ministerial de 22 de abril que foi gravada poderia ser usada como prova. O material, que está sob sigilo, foi entregue ao Supremo e poderá ser acessado em conjunto por Moro, Procuradoria e Advocacia-Geral da União em data ainda a ser definida pelo ministro Celso de Mello, relator do caso.

COM INFORMAÇÕES DO G1

Fonte: G1

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium