Terça, 28 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

26°

24° 38°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Utilidade Pública
R10 Utilidade Pública
Tudo sobre utilidade pública.
Brasil Suspensão
18/05/2020 16h02
Por: Bruna Sampaio

Governo suspende atualização de cadastro do Bolsa Família

O governo federal determinou a suspensão das atualizações cadastrais de beneficiários do Bolsa Família enquanto o auxílio emergencial de R$ 600 estiver sendo pago. Também está proibida a aplicação de "ações de administração de benefícios", como o bloqueio ou suspensão do pagamento.

As mudanças estão em portaria editada pelo Ministério da Cidadania e publicada no "Diário Oficial da União" desta segunda-feira (18). A medida já está valendo.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O auxílio emergencial será pago por três meses em razão da crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus. Tem direito ao benefício trabalhadores informais, desempregados, MEIs e contribuintes individuais do INSS, maiores de idade e que cumpram requisitos de renda média.

Continua depois da publicidade

A portaria desta segunda-feira atualiza uma outra publicada em 20 de março que fixa medidas de gestão emergenciais do Bolsa Família e do Cadastro Único em meio à pandemia do coronavírus.

Ao determinar as suspensões, o Ministério da Cidadania afirmaconsiderar a necessidade de evitar aglomerações de pessoas e de evitar que os integrantes de famílias beneficiárias do Bolsa Família, assim como os cidadãos que trabalham em unidades de cadastramento destas famílias, exponham-se ao coronavírus.

O governo ressalta ainda que a operação do Bolsa Família e do Casdastro Único está prejudicada por situações como suspensão de aulas, direcionamento de unidades de saúde para atender aos infectados pela Covid-19, e pelo fechamento dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e demais postos de cadastramento.

Na portaria, o governo não fixa uma data específica para o fim da suspensão e diz apenas que as mudanças valerão enquanto o auxílio emergencial for pago. Pelos calendários divulgados até a última atualização desta reportagem, a segunda parcela do benefício deve ser paga em meados de junho. As datas de pagamento da terceira parcela ainda não foram informadas.

Fonte: G1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp