Terça, 02 de junho de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Campanha app Governo do PI
[email protected]
86 9 9834-2372
R10 Pet

R10 Pet

R10 Pet Tudo sobre o mundo dos pets.

[email protected]

86 9 9834-2372

Geral - Cuidados

Postada em 19/05/2020 ás 09h59 - atualizada em 19/05/2020 ás 10h34

Publicada por: Francine Dutra

Pets: confira os cuidados durante a gestação de cães e gatos
Período exige atenção redobrada, para que a saúde da fêmea e dos filhotes seja resguardada.
Pets: confira os cuidados durante a gestação de cães e gatos

Foto: Reprodução

O período de gestação de cães e gatos é marcado por inúmeros cuidados que devem ser tomados pelos tutores para que a saúde da fêmea, como dos filhotes, seja resguardada. Com isso, a médica-veterinária e gerente de Comunicação Científica da Royal Canin Brasil, Natália Lopes, alerta para algumas questões.

De acordo com ela, a primeira e mais importante observação, antes mesmo da fêmea ficar prenha, é que ela esteja saudável, assim como o par para o cruzamento. Uma condição essencial para que a ninhada tenha um bom começo de vida.

A questão é de extrema importância em ser pontuada, pois a gestação de uma gata, por exemplo, dura, em média, 65 dias e durante os primeiros dois terços deste período, o corpo do animal concentra-se em ganhar gordura para desenvolver os filhotes e realizar a produção de leite.

Já na reta final, de acordo com a médica-veterinária, a fêmea pode apresentar mudanças no comportamento, principalmente aos atos alimentares. “É comum que a fêmea coma menos nesta fase porque os filhotes acabam comprimindo um pouco o estômago”, explica Natália.

Segundo a profissional, uma boa alimentação durante a gestação ajuda a garantir a saúde da mãe e o bom desenvolvimento dos filhotes. Uma cadela ou gata prenha, por exemplo, precisa de até 30% a mais de energia nesta fase, pois “os nutrientes ajudam na formação do feto e na produção do leite”. Por isso, é fortemente recomendado que um Médico-Veterinário acompanhe todo o pré-natal e faça a indicação mais apropriada para o momento e condição de saúde.

Para a chegada dos filhotes, a veterinária salienta que é necessário preparar adequadamente um espaço, confortável e devidamente esterilizado. O local, ou caixa de parto, deverá ser revestido por um material absorvente descartável ou lavável (como jornal em tiras, papel toalha, toalhas, tapete higiênico) e aconchegante. "Pode-se disponibilizar mais de uma caixa para as gatas muito seletivas. O ambiente deve ser extremamente tranquilo, livre de “curiosos”, além de ter uma temperatura agradável e umidade apropriada", finaliza.

Fonte: Cães e Gatos

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium