Sexta, 04 de Dezembro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

29°

25° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
Turismo
Turismo
Notícias sobre turismo no Piauí, Brasil e Mundo.
Geral Lista
21/05/2020 10h44 Atualizada há 6 meses
Por: Francine Dutra

Confira dez países para visitar após o fim da pandemia

Especialistas da principal empresa de destinos no mundo lista diferentes países para viagens.

Aruba - Foto: Reprodução
Aruba - Foto: Reprodução

O setor de turismo foi sem dúvida um dos mais impactados neste momento complicado que vive o mundo com a pandemia do novo coronavírus. Como todos sabem, agora é hora de adiar um pouco aquela tão sonhada viagem e ficar em casa para evitar a propagação do vírus.

Enquanto tudo isso passa, que tal dar uma olhada na lista de 10 países para visitar após o fim da pandemia, segundo os especialistas em viagem da Lonely Planet, uma das principais editoras de guias de destinos do mundo? Um deles com certeza pode ser seu próximo destino – ainda que o orçamento esteja meio apertado!

Butão

Continua depois da publicidade

O Butão, reino budista no extremo leste do Himalaia, é conhecido por seus mosteiros, suas fortalezas (ou dzongs) e suas paisagens impressionantes que incluem desde planícies subtropicais até montanhas íngremes e vales. 

A recompensa para os visitantes é a chance de caminhar por trilhas nas montanhas intocadas por lixo, na companhia de pessoas cujas crenças budistas os colocam unicamente em sintonia com o ambiente. O Butão está muito acima do seu peso quando se trata de sustentabilidade, pois já é o único país negativo em carbono do mundo, e o reino deve se tornar a primeira nação totalmente orgânica ainda esse ano, ficando ainda bonito.

Inglaterra

Continua depois da publicidade

Caminhar em um píer varrido pelo vento, comer deliciosos peixes e batatas fritas, procurar vida marinha em rochas, encontrar fósseis em penhascos antigos, construir castelos de areia e observar golfinhos em praias pitorescas são apenas algumas das atividades oferecidas pelo litoral da Inglaterra nem tão explorado por muitos viajantes.

Participar destas atividades e muito mais será bem mais fácil à medida em que novas áreas do Caminho da Costa da Inglaterra continuarem sendo abertas. Depois de concluído, terá quase 4.500 quilômetros e será a trilha contínua mais longa do gênero no mundo, garantindo acesso a toda a costa do país pela primeira vez.

Macedônia do Norte

Continua depois da publicidade

A Macedônia é uma nação balcânica sem saída para o mar e repleta de montanhas, lagos e cidades antigas com arquitetura típica. A capital Escópia é conhecida pelo imenso bairro Old Bazaar e por edifícios históricos que viraram museus , como a Galeria Nacional da Macedônia, dentro de um complexo de banhos turcos do século XV. No sul, a cidade de Ohrid, às margens de um lago homônimo, tem uma paisagem medieval e um castelo no topo de uma colina.

O país já é conhecido pela gastronomia, tradição antiga e natureza, mas viciados em cultura e aventureiros encontrarão novas desculpas para visitar esse ano, com a adição de rotas aéreas ao Lago Ohrid, protegido pela Unesco, e a High Scardus Trail, uma caminhada de 495 km ao longo da região.

Aruba

Aruba é uma pequena ilha do Caribe ao norte da Venezuela que encanta pessoas de todo o mundo antes mesmo da chegada. Ainda no avião é inevitável perceber a comoção nos assentos e os sorrisos largos nos rostos dos passageiros ao sobrevoarem a ilha. O mar, com diferentes tons de azul e verde, é simplesmente melhor do que qualquer drink de boas-vindas que um viajante poderia desejar.

Com praias serenas, quase sem ondas, e hotéis com uma bela vista para o mar, a vontade onipresente é a de não voltar para casa. Animada noite e dia, Aruba é uma mistura da antiga colonização holandesa agregada às mudanças causadas pela forte presença do turismo norte-americano.

Durante o dia os turistas que vão a Aruba se revezam entre a praia, o hotel e alguns passeios. Parece pouca coisa, mas há muito para conhecer no país. Palm Beach e Eagle são as praias mais badaladas e possuem ótima estrutura. Baby Beach perder em estrutura, é mais tranquila e perfeita para um mergulho.

Se decidir fazer um passeio, coloque no roteiro um trajeto de barco com direito a snorkel, ou um passeio no submarino Atlantis, onde você poderá ver diversos cardumes de um jeito único. O Jeep Safari também encabeça a lista das atividades mais interessantes na “ilha feliz” e é uma opção perfeita para um dia de aventura. 

Eswatíni (Suazilândia)

Pequeno, agradável e repleto de cultura, aventura e vida selvagem, o recém-nomeado Reino de Eswatíni (antiga Suazilândia) é um dos destinos mais subestimados (e menos visitados) da África Austral.

Um novo aeroporto internacional, bem como uma infraestrutura viária aprimorada entre ele, as áreas de conservação e a capital, têm como objetivo aumentar o número de visitantes nos próximos anos – chegue aqui em 2020 para garantir um lugar na frente. As variadas paisagens em seus parques e reservas oferecem momentos emocionantes, seja na tirolesa, trekking ou rafting. Misture-se com uma sensação penetrante de paz e festividades culturais fascinantes e você estará sorrindo todo o caminho.

Costa Rica

A Costa Rica levanta a bandeira do turismo sustentável. A vasta biodiversidade deste pequeno país atrai visitantes interessados ​​em ver preguiças sonolentas em árvores, sapos de olhos vermelhos paralisando seus predadores e baleias no Pacífico. Os costarriquenhos compreendem a importância de preservar sua fatia do paraíso tropical e descobriram uma maneira de convidar outras pessoas. É que 90% da energia do país é criada por fontes renováveis ​​e a Costa Rica pode se tornar um dos primeiros países neutros em carbono em 2020.

Os amantes de aventura podem caminhar em vulcões ou andar de tirolesa, enquanto aqueles que desejam buscar paz espiritual podem desfrutar de retiros de ioga e experiências de spa. O slogan “pura vida” é mais do que um ditado, é um modo de vida por lá.

Holanda

No ano que marca 75 anos de liberdade desde o final da Segunda Guerra Mundial, a Holanda está pronta para comemorar com eventos em todo o país. A vibrante Amsterdã sempre merece uma visita, mas, aproveitando a excelente rede de trens, você pode explorar várias cidades deslumbrantes e valorizar mais seus euros.

Aproveite a crescente rede de mais de 35.000 km de ciclovias para explorar atrações além das cidades, como o Patrimônio Mundial da UNESCO, no Mar de Wadden, e descobrir a riqueza da natureza que esse pequeno país tem a oferecer.

Uruguai

Se o Uruguai ainda não está na sua lista de destinos na América do Sul, após a pandemia será um bom período para você acrescentar. Com 660 km do Río de la Plata e costa do Atlântico, diversas vinícolas e fontes termais borbulhantes, o Uruguai tem algo para todos.

A partir de destinos como Montevidéu, Punta del Este e Colonia del Sacramento você pode aproveitar o que nosso vizinho tem de melhor: as pessoas descontraídas, acolhedoras e pé no chão, além da beleza sutil, mas profunda, das paisagens uruguaias – desde a longa e indomável costa atlântica até os espaços abertos sem limites das planícies.

Libéria

A Libéria ainda é um lugar pouco conhecido entre muitos estrangeiros, mas quem conhece sabe sobre o otimismo de seu povo e as maravilhas naturais do país. Existem praias maravilhosas banhadas por algumas das melhores ondas da África Ocidental em resorts discretos, como Robertsport. Depois, há o Parque Nacional de Sapo, a segunda maior área de floresta tropical primária da África Ocidental. Nessas densas florestas, você tem a chance de encontrar chimpanzés, elefantes-da-floresta e os famosos hipopótamos-pigmeus da Libéria – não maiores que um pônei de Shetland.

E veja que notícia boa: um acordo de desenvolvimento inovador com a Noruega para interromper todo o desmatamento até 2020 parece pronto para manter esse tesouro natural conservado por gerações.

Marrocos

Marrocos oferece aos visitantes atrações consagradas pelo tempo, entre elas acomodações sustentáveis ​​e elegantes, restaurantes que servem produtos sazonais e retiros de bem-estar misturando ioga e surf.

E, graças à infraestrutura aprimorada, é mais fácil circular pela estrada, enquanto o primeiro trem de alta velocidade da África te liga de Casablanca a Tânger em apenas duas horas. Considere Marrakesh no seu roteiro, já que será a primeira Capital da Cultura da África em 2020 em comemoração à sua rica herança. E você ainda pode escapar da multidão nas aldeias das montanhas berberes nas praias desertas do Atlântico e nos longínquos postos do deserto.

Fonte: Melhores Destinos
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®