Segunda, 29 de Novembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

29°

25° 36°

Teresina - PI

Últimas notícias
Vereadores
Vereadores
A coluna de notícias dos Vereadores
Teresina Covid-19
26/05/2020 11h12
Por: Bruna Dias

Vereadores cobram prestação de contas de todos os gastos da PMT

A Comissão Especial de Vereadores da Câmara Municipal discutiu a situação econômica da capital nessa segunda-feira (25) juntamente com o Comitê Gestor de Medidas para Enfrentamento da Pandemia da Prefeitura Municipal de Teresina.

A Comissão, que tem como presidente o vereador Venâncio Cardoso (PSDB), e como vice-presidente o vereador Dudu (PT), tem o objetivo de acompanhar e fiscalizar o recebimento e aplicação de recursos, sejam eles públicos ou privados, destinados a prevenção e combate a pandemia do novo coronavírus. 

Foto: Divulgação CMT
Foto: Divulgação CMT

Segundo Dudu, a reunião foi realizada para que a Comissão possa entender a dinâmica das ações. “O objetivo é que possamos ter a prestação de contas de todos os gastos da Prefeitura. Somente assim, vamos ter todas as informações e a população ficará ciente dos recursos públicos que estão sendo investidos. Para se ter uma ideia, a Prefeitura já adquiriu 100 mil cestas básicas que foram distribuição para 100 mil famílias, e que custou R$ 10 milhões aos cofres do município. Algumas categorias inclusive questionam porque não foram contempladas com essas cestas”, criticou o vice-presidente da Comissão Especial, vereador Dudu. 

Ainda participaram da reunião o vereador Enzo Samuel (PDT), que é o relator, e os vereadores Gustavo Gaioso e Dr. Lázaro (Cidadania) que também são membros da Comissão Especial, além do ex-secretário de Planejamento, Washington Bonfim, e o secretário municipal de Finanças, Francisco Canindé.  

“É fundamental também que seja feita a prestação de contas em relação aos gastos com a saúde. Foi explanado que no hospital de campanha Pe. Pedro Balzi estão sendo investidos R$ 7,3 milhões. Já no hospital ao lado do HUT, a projeção é que sejam investidos  R$ 18 milhões. O fato é que precisamos de todas essas informações para prestar contas com a população”, afirmou Dudu.

Na oportunidade, Dudu questionou o Comitê sobre os custos das ações da área social como a aquisição de 100 mil cestas básicas pela Prefeitura de Teresina.

“As cestas foram distribuídas pela Semec no qual foram contempladas as famílias dos alunos. Na primeira etapa foram beneficiadas as famílias que estavam cadastradas no bolsa família e depois as demais da rede municipal de ensino. Em relação a merenda escolar verificamos que existia um saldo em estoque nas escolas que devido ao risco de vencimento também foram distribuídas. As cestas básicas foram adquiridas de empresas que forneciam as merendas escolares e já estavam licitadas”, ressaltou Francisco Canindé, secretário municipal de Finanças.

Na ocasião, foi mencionado pelo Comitê que já existe um estudo para reabertura das atividades na nossa cidade. Porém, primeiro está sendo discutido com as categorias patronal, trabalhadores e entidades de classes, para que possamos ter a retomada das atividades com segurança. Vamos continuar o diálogo e fazendo o nosso papel de fiscalizar e propor para que tenhamos as informações necessárias”, declarou Dudu.

Fonte: ascom
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp