Quinta, 16 de julho de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Banner Governo Junho
[email protected]
86 9 9834-2372
Tecnologia

Tecnologia

R10 Tecnologia Todas as informações sobre tecnologia no mundo.

[email protected]

86 9 9834-2372

Geral - Aplicativo

Postada em 03/06/2020 ás 12h05 - atualizada em 03/06/2020 ás 12h34

Publicada por: Francine Dutra

Grindr desativa 'filtro de etnia' para combater racismo
'Não ficaremos calados”, escreveram eles em um tweet.
Grindr desativa 'filtro de etnia' para combater racismo

Foto: Reprodução

O aplicativo de encontros gays Grindr anunciou que removerá seu filtro de etnia em solidariedade ao movimento Black Lives Matter. O aplicativo, que há muito tempo é criticado por deixar o racismo, a xenofobia, a transfobia, a femmefobia sem controle, publicou o anúncio na segunda-feira (1).

“Não ficaremos calados”, escreveram eles em um tweet. O tweet incluiu um comunicado, também publicado na conta do Instagram, que indicava que a empresa que foi vendida recentemente por mais de US$ 600 milhões, também está fazendo doações.

“Somos solidários ao movimento #BlackLivesMatter e às centenas de milhares de pessoas de cor que fazem uso do nosso aplicativo todos os dias”, diz o post. A notícia chega quando revoltas eclodem em todo o país por causa de uma série de assassinatos policiais com vítimas negras.

“Como parte desse compromisso, e com base nos seus comentários, decidimos remover o filtro de etnia de nosso próximo lançamento “. A empresa ainda não anunciou quanto foi doado aos esforços mencionados.

          Ver essa foto no Instagram                      

Uma publicação compartilhada por Grindr (@grindr) em

O filtro por etnia

O filtro permite que aqueles que pagam pelo serviço (ou todos, quando a empresa está executando uma promoção) filtrem seus resultados de pesquisa pelas etnias que os usuários têm em seu perfil.

Ele foi objeto de pelo menos uma ação judicial, mas também é apenas um aspecto de uma experiência de usuário extremamente tóxica para muitas pessoas de cor que usam o aplicativo. Vários estudos mostraram que isso prejudicou a saúde mental de usuários.

Fonte: Uol

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium