Quinta, 13 de agosto de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Camanha ProPiauí Julho
[email protected]
(61) 98191-9906
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

Jornalista Milton Atanazio Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.

[email protected]

(61) 98191-9906

Política - Resumo do dia

Postada em 09/06/2020 ás 21h46 - atualizada em 09/06/2020 ás 22h15

Publicada por: Jornalista Milton Atanazio

Terça-feira, 9 de junho - RESUMO das notícias que foram destaques
A coluna Foco na Política com o jornalista Milton Atanazio direto de Brasília
Terça-feira, 9 de junho - RESUMO das notícias que foram destaques

Aqui estão as notícias para você terminar o dia bem-informado. 

Terça-feira, 9 de junho - RESUMO das notícias que foram destaques que a Coluna Foco na Política traz para você     Boa noite! Aqui estão as notícias para você terminar o dia bem-informado. 

Ministério da Saúde cumpre ordem do STF e volta a divulgar dados completos da Covid-19. Estado de de SP registra o número mais alto de mortes desde o início da pandemia, e o comércio reabre amanhã na capital paulista. A Organização Mundial da Saúde reafirma que os assintomáticos transmitem o novo coronavírus. O governo prorroga o auxílio emergencial. E multidão acompanha o enterro de George Floyd nos EUA.

  Após ordem do STF

 

O Ministério da Saúde obedeceu a ordem do Supremo Tribunal Federal e voltou a divulgar os números completos de contágios e mortes por coronavírus. Desde sexta, o governo estava anunciando apenas os casos e óbitos confirmados nas últimas 24 horas, sem levar em conta as vítimas de dias anteriores confirmados nessas 24h.

Ministro interino vai à Câmara e ouve pedidos de transparência

A decisão do governo Bolsonaro de esconder os dados acumulados da pandemia gerou fortes críticas, e o ministro do STF Alexandre de Moraes determinou a retomada do formato original. A Organização Mundial da Saúde cobrou do Brasil a transparência na comunicação com os cidadãos.

Desde ontem, veículos de imprensa iniciaram uma parceria para coletar e divulgar dados das secretarias estaduais de Saúde. O levantamento mostra que o país registrou mais 1.185 mortes nas últimas 24 horas, e o total de vítimas chegou a 38.497.

Balanço do Ministério da Saúde aponta 1.272 mortes em 24 horas Entenda o que o Brasil pode perder no cenário internacional ao omitir dados de Covid-19   Recorde em SP

 

O estado de São Paulo registrou o maior número de mortes em 24 horas por coronavírus desde o início da pandemia: 334. O total de óbitos pela Covid-19 chega a 9.522, e há 150.138 casos confirmados da doença, segundo a secretaria de Saúde. A taxa de ocupação de UTIs na capital é de 74,1%. A prefeitura de SP autorizou a abertura do comércio de rua a partir de amanhã, e dos shoppings na quinta.

    E no Rio...

 

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, desembargador Claudio de Mello Tavares, derrubou nesta terça a decisão que havia suspendido os decretos de flexibilização do governo e da prefeitura da capital. O estado tem quase 7 mil mortes por coronavírus e 73 mil casos confirmados de Covid-19. Hoje, a capital teve orla cheia e comércio aberto. Veja fotos.

  Assintomáticos x pré-sintomáticos

 

OMS recua e afirma que pacientes assintomáticos podem transmitir Covid-19  OMS recua e afirma que pacientes assintomáticos podem transmitir Covid-19  

A Organização Mundial da Saúde reiterou hoje que as pessoas sem sintomas de Covid-19 transmitem a doença. "A questão é saber quanto", segundo a entidade. Ontem, uma representante da OMS havia dito que este tipo de contágio parecia ser 'raro'. À GloboNews, o biólogo Atila Iamarino afirmou que a declaração foi tirada de contexto. Confira a entrevista e entenda a diferença entre assintomático e pré-sintomático.

  Auxílio prorrogado

 

Em reunião ministerial nesta terça, o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou a prorrogação por dois meses do auxílio emergencial, mas não deixou claro se o valor de R$ 600 será mantido ou se haverá uma redução para R$ 300, como havia sido informado na semana passada. O presidente Jair Bolsonaro disse que aceita aumentar o valor se deputados e senadores cortarem nos próprios salários: 'Eu sei que tem parlamentar que quer mais duas de R$ 600. Tudo bem, se tivermos um programa para diminuir o salário do parlamentar.'

  Novo normal

 

Provadores fechados, quarentena para as trocas e luvas: como será a reabertura de lojas Celulares e objetos feitos de algodão e madeira devem ser limpos mais vezes, diz estudo VÍDEO: Como lidar com o desconforto causado pela máscara?   Três respiros no noticiário

 

Bailarinos do Balé Real do Reino Unido filmaram um curta-metragem no qual dançam nas ruas de Londres ao som de 'Living in a ghost town', dos Rolling Stones. Na Argentina, uma instituição para idosos criou uma 'cortina do abraço', para que residentes possam diminuir a distância de seus familiares. E, na Nova Zelândia, onde os casos de coronavírus foram zerados, os habitantes comemoraram o primeiro dia após a suspensão de todas as restrições com direito a muito abraço, festas e compras.

  Chapa Bolsonaro-Mourão

 

O Ministério Público Eleitoral informou nesta terça ao Tribunal Superior Eleitoral ser a favor da inclusão das provas do 'inquérito das fake news' nos processos que tramitam sobre a chapa Bolsonaro-Mourão. As ações apuram supostas irregularidades na campanha de 2018, por meio do disparo de mensagens em massa. Já o inquérito apura ameaças a ministros do Supremo e a disseminação de conteúdo falso na internet. O pedido de compartilhamento de informações foi feito pelo PT. A defesa do presidente Jair Bolsonaro se manifestou contrária à inclusão. O julgamento que pede a cassação dos mandatos de Bolsonaro e Mourão foi retomado pelo TSE na noite desta terça.

???? O ASSUNTO: 8 ações pedem a cassação da chapa Bolsonaro-Mourão   Recuo milionário

 

Após críticas, o governo revogou nesta terça a portaria que transferia R$ 83,9 milhões do Bolsa Família destinados à região Nordeste para a Secretaria de Comunicação da Presidência da República, que cuida da propaganda oficial. A justificativa era de que a procura pelo auxílio emergencial, de valor maior, tinha feito parte do dinheiro para o Bolsa Família ficar sem uso — os brasileiros podem optar por receber um dos dois benefícios. 

  Caso Floyd

 

Multidão acena durante a passagem de carruagem que transporta o caixão de George Floyd no cemitério Houston Memoria Gardens, em Pearland, Texas, na terça-feira (9) — Foto: Reuters/Carlos Barria

Multidão acena durante a passagem de carruagem que transporta o caixão de George Floyd no cemitério Houston Memoria Gardens, em Pearland, Texas, na terça-feira (9) — Foto: Reuters/Carlos Barria

Uma multidão acompanhou a cerimônia que antecedeu o funeral de George Floyd nesta terça, em Houston, no Texas. Também participaram artistas como Jamie Foxx e Channing Tatum e, por vídeo, o candidato democrata a presidente dos EUA Joe Biden. O corpo de Floyd foi enterrado ao lado de sua mãe, que ele chamou enquanto era sufocado por um policial de Minneapolis no dia 25 de maio.

No Estúdio i, Maria Beltrão cita lição da professora americana Jane Elliott   Vai um cafezinho?

 

Para quem tem achado ainda mais difícil controlar a quantidade de café com a ansiedade gerada pela pandemia, reunimos dicas para entender a linha que separa os benefícios de eventuais efeitos prejudiciais sobre a saúde. Afinal, quantas xícaras podemos são recomendáveis por dia? Tire as dúvidas aqui.

  Desemprego no país

 

960.258 foi o número de pedidos de seguro desemprego registrados em maio, de acordo com o Ministério da Economia — valor 53% maior se comparado com o mesmo mês de 2019. Já são quase dois milhões de pedidos desde a segunda quinzena de março, início da pandemia no Brasil.

Previstos para começar na segunda, novos saques do FGTS ainda aguardam calendário da Caixa   A BOA DO DIA 

 

Carlos D'Avila uniu criatividade e solidariedade para ajudar quem busca um trabalho em Porto Alegre e não tem como se locomover: ele criou um delivery de currículos. Kaká, como é conhecido, já recebeu mais de dois mil CVs e os entregou em lojas, restaurantes e agências de emprego. 'Fiquei mais de dois anos desempregado, sei como é complicado', conta.

Com informações do G1

Fonte: G1

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium