Quinta, 09 de julho de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Banner Governo Junho
[email protected]
(61) 98191-9906
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

Jornalista Milton Atanazio Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.

[email protected]

(61) 98191-9906

Política - Resumo das Notícias

Postada em 10/06/2020 ás 21h34 - atualizada em 10/06/2020 ás 21h41

Publicada por: Jornalista Milton Atanazio

Quarta-feira, 10 de junho - RESUMO dos fatos que foram destaques
Boa noite! Aqui estão as notícias para você terminar o dia bem-informado
Quarta-feira, 10 de junho - RESUMO dos fatos que foram destaques

Foco na Política com o jornalista Milton Atanazio - Direto de Brasília

 o Pará, Helder Barbalho é alvo da PF. No Rio, foi aberto o processo de impeachment de Witzel. Em SP, Doria relaxa a quarentena na Grande SP e endurece em 3 regiões do estado. Na capital, reabertura do comércio provocou aglomerações. Com 1.300 mortes em 24 horas, Brasil chega perto das 40 mil vítimas do coronavírus. Mulher cobra Bolsonaro sobre mortos por Covid e presidente responde: 'Sai daqui'. E Fachin vota pela validade do inquérito das fake news. Helder Barbalho alvo da PF

 

O governador do Pará, Helder Barbalho, foi alvo de operação da Polícia Federal que apura supostas fraudes na compra de respiradores pulmonares para tratamento de Covid-19. Foram 23 mandados de busca e apreensão no Pará e em mais cinco estados (RJ, MG, SP, SC, ES) e no Distrito Federal.

Segundo as investigações, a compra custou R$ 50,4 milhões ao governo paraense, com pagamento antecipado de R$ 25,2 milhões por equipamentos 'imprestáveis para uso'. O presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), Alberto Beltrame, também foi alvo de buscas. Barbalho, Beltrame e empresários tiveram bens bloqueados.

Barbalho é o 2º governador alvo da PF em investigação sobre combate ao coronavírus; relembre Natuza Nery: 'É preciso cuidado para nem passar o pano, nem se precipitar'

De acordo com a Procuradoria-Geral da República, as irregularidades na compra de respiradores 'passam claramente pelo crivo' de Helder Barbalho. O governador nega as acusações e diz que agiu 'a tempo de evitar danos ao erário público'. Em entrevista à GloboNews, disse que é de seu interesse resolver essa questão.

Quase 40 mil mortes

 

Enquanto as polêmicas na política acontecem, o novo coronavírus segue avançando no Brasil. O país registrou mais 1.300 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa. São 39.797 no total, e 775.184 casos confirmados da doença.

Balanço do Ministério da Saúde indica 1.274 novas vítimas em 24 horas Bolsonaro é cobrado por ex-apoiadora e reage: 'Cobre do seu governador. Sai daqui'  Bolsonaro é cobrado por ex-apoiadora e reage: 'Cobre do seu governador. Sai daqui' Mulher cobra Bolsonaro sobre mortos por Covid e presidente responde: 'Sai daqui' Veja ocupação nas UTIs, testes feitos e pacientes recuperados em cada estado Contágios desaceleram nas capitais e avançam no interior, diz estudo 3 fatores que mostram por que país não atingiu pico da pandemia Quarentena em SP

 

O governo de SP prorrogou a quarentena até 28 de junho e atualizou as flexibilizações em algumas cidades. Barretos, Presidente Prudente e Ribeirão Preto recuam na abertura do comércio (clique aqui para ver detalhes). Já a Grande São Paulo, litoral e Registro terão menos restrições a partir do dia 15. O estado registrou 340 mortes nas últimas 24 horas, o maior número em um dia desde o início da pandemia.

Movimentação na região central de São Paulo (SP), nesta quarta-feira (10), no primeiro dia de reabertura do comércio de rua — Foto: Nelson Almeida/AFP

Movimentação na região central de São Paulo (SP), nesta quarta-feira (10), no primeiro dia de reabertura do comércio de rua — Foto: Nelson Almeida/AFP

Comércio de rua da capital paulista reabre com filas nas lojas; veja fotos Relaxamento no Rio

 

Os shoppings da cidade do Rio poderão abrir amanhã, véspera do Dia dos Namorados, anunciou o prefeito Marcelo Crivella. Os estabelecimentos terão restrições como estacionamentos com um terço da capacidade e praças de alimentação fechadas.

Estado do RJ passa de 7 mil mortes e 74 mil casos confirmados de Covid-19 Impeachment de Witzel

 

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro autorizou o processo de impeachment contra o governador Wilson Witzel (PSC) nesta quinta-feira. O pleito foi unânime. Em nota, Witzel disse que recebeu a notícia com 'espírito democrático e resiliência', e que vai provar sua inocência. A decisão da Alerj não afasta o governador do cargo. Veja os próximos passos.

Sem consulta

 

O presidente Jair Bolsonaro editou Medida Provisória que permite que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, escolha reitores temporários de universidades federais durante a pandemia. O texto, que exclui a necessidade de consulta a professores e estudantes ou a formação de uma lista para escolha dos reitores, ainda precisa ser aprovado pelo Congresso — a Comissão da Câmara pediu que o Congresso devolva a MP. A medida pode atingir 19 instituições de ensino, que têm dirigentes com mandatos que vencem neste ano. Para a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior, a MP 'atenta de forma absurda contra a democracia'.

Caso Marielle

 

Foi preso nesta quarta, no Rio, o sargento do Corpo de Bombeiros Maxwell Corrêa, suspeito de ajudar a jogar no mar as armas usadas no assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Segundo o Ministério Público do Rio e a Polícia Civil, Suel é braço-direito de Ronnie Lessa, apontado como autor dos disparos no atentado. Ele foi detido em casa, uma mansão avaliada em R$ 1,9 milhão, onde também foi apreendido um carro de R$ 170 mil. Como sargento, Suel recebia salário de R$ 4,8 mil. Ele será investigado por lavagem de dinheiro. 

65 prisões em 2 anos, mas crime ainda não foi esclarecido Veja a cronologia do atentado e da investigação Inquérito das fake news

 

O ministro Edson Fachin votou a favor da validade do 'inquérito das fake news', que investiga ameaças a ministros no Supremo Tribunal Federal e a disseminação de conteúdo falso na internet. Fachin defendeu que são 'inadmissíveis' as defesas da ditadura, do fechamento do Congresso e do Supremo. 'Não há liberdade de expressão que ampare a defesa desses atos', afimrou. Após o voto de Fachin, que é relator do caso, o julgamento desta quarta foi suspenso e será retomado no dia 17.

Enem

 

A enquete com os inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio para a definição da nova data da avaliação será feita entre os dias 20 e 30 de junho. São três datas possíveis: dezembro deste ano, janeiro ou maio de 2021. A votação será feita através da Página do Participante.

Irmã de Aécio indiciada

 

A Polícia Federal concluiu o inquérito da Operação Escobar e indiciou Andrea Neves, irmã do deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG), por obstrução de Justiça. Segundo as investigações, Andrea se aproveitava de informações para impedir ou embaraçar investigações de organizações criminosas. A defesa vê o indiciamento com 'perplexidade'. Cabe ao Ministério Público definir se abre ou não denúncia contra ela.

Colombo degolado

 

Duas estátuas de Cristovão Colombo foram alvo de depredação nos EUA, nas cidades de Boston e Richmond. Parte dos protestos dos últimos dias, que começaram após a morte de George Floyd, tem tido como alvo monumentos que simbolizam o passado imperialista do país e figuras ligadas à escravidão e à Guerra Civil.

Banksy propõe nova versão de estátua derrubada na Inglaterra 'E o Vento Levou' é retirado de plataforma de streaming após protestos contra racismo Dicionário de referência nos EUA vai modificar sua definição de racismo  Tem 5 minutos?

 

O Brasil caiu 10 posições no Índice Global da Paz, e agora ocupa a 126ª colocação no ranking que mede a paz em 163 países — é a pior posição entre as nações da América do Sul. O índice analise fatores como economia, estabilidade política, combate à corrupção e criminalidade urbana. Islândia é o país mais bem colocado. Confira a lista.

Efeitos da pandemia

 

7,4% é quanto deve ser a queda do PIB no Brasil em 2020, segundo projeções da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. A OCDE ainda afirma que, caso haja uma segunda onda de contágio pelo novo coronavírus no país, a retração pode chegar a 9,1%. A previsão é de uma recessão mundial de pelo menos 6% este ano.

Miriam Leitão: 'Proteger vida é também proteger a economia' Brasil tem deflação de 0,38% em maio, menor índice em 22 anos 10 milhões de trabalhadores já tiveram redução de salário ou contrato suspenso Influencers do sexo

 

Já mandou seu nude hoje? É o que muitos brasileiros têm feito nesta quarentena. E mais: ganham por isso. Na rede social OnlyFans, o dono do perfil pode cobrar pelo acesso aos posts. Funciona para qualquer conteúdo, de músicas a aulas, mas basta entrar e ver que a maioria está ali para vender nudes. A busca na internet por 'OnlyFans' no Brasil dobrou de março — quando começou o período de isolamento social — a junho, e já há cinco mil perfis brasileiros ativos.

Com informações do G1

 

Fonte: G1

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium