Domingo, 05 de julho de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
86 9 9834-2372
R10 Pet

R10 Pet

R10 Pet Tudo sobre o mundo dos pets.

[email protected]

86 9 9834-2372

Geral - Cuidados

Postada em 30/06/2020 ás 12h08 - atualizada em 30/06/2020 ás 12h25

Publicada por: Francine Dutra

Dermatite atópica canina: confira sintomas, cuidados e agravantes
A doença pode piorar no frio por causa do tempo seco e dos banhos mais quentes.
Dermatite atópica canina: confira sintomas, cuidados e agravantes

Foto: Reprodução

O frio pode trazer muitas doenças para os animais de estimação, principalmente as respiratórias. Mas o que muitos donos não imaginam é que outros problemas também podem acometer nossos pets, como a dermatite atópica canina .

Para explicar mais sobre a doença, o médico veterinário e gerente técnico da Virbac, Ricardo Cabral, responde algumas perguntas que podem ajudar os tutores a identificarem e cuidarem do problema em seus cães.

Segundo o profissional, não existe cura para a dermatite. “O objetivo do tratamento é baseado, portanto, em controle dos sintomas, mas caso o cão entre em contato com o alérgeno durante o manejo terapêutico, os sintomas podem voltar."

Ou seja, o mais importante é investir em medicamentos e alimentos que deixem a pele do animal mais resistente. “Shampoos hidratantes, óleos essenciais e medicamentos que diminuam a ação do sistema imune, como corticoides são os mais utilizados”, explica. Mesmo assim, é preciso ficar de olho nos efeitos colaterais que esses remédios podem trazer.

E, por mais que no calor os animais acabem se coçando mais por causa da proliferação de pulgas e outros parasitas, estações frias também são um gatilho para a piora dos sintomas da dermatite, que muitas vezes é confundida com os motivos citados anteriormente.

Com o tempo mais seco e banhos mais quentes, os cães podem desenvolver mais alergia do que antes. “A pele quando desidratada fica mais sujeita à penetração de alérgenos e coça mais. Controlar a temperatura da água e do secador é muito importante, mas fundamental é escolher corretamente os produtos para o banho como shampoos, condicionadores e pipetas de óleos essenciais”, ressalta Ricardo.

É muito importante ficar de olho no seu animal de estimação e saber diferenciar uma alergia à picadas ou alimentos, por exemplo, da dermatite atópica. “Para chegar ao diagnóstico, é preciso primeiro eliminar as outras possibilidades de doenças onde os cães também se coçam muito como sarnas, infecções de pele”, diz o veterinário. “É sempre necessária a avaliação de um médico veterinário, que irá proceder com os exames e condutas necessárias para chegar ao diagnóstico correto”, completa.

Para aliviar a coceira, além de recorrer ao tratamento receitado pelo seu veterinário de confiança, o ideal é seguir as orientações citadas por Ricardo, utilizando shampoos, cremes e óleos específicos para este tipo de problema em cães.

Fonte: Canal do Pet

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium