Segunda, 26 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

24°

19° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Utilidade Pública
R10 Utilidade Pública
Tudo sobre utilidade pública.
Teresina Sem acordo
20/07/2020 16h05 Atualizada há 1 ano
Por: Bruna Sampaio

Greve dos professores de Teresina já dura mais de 100 dias

O impasse entre prefeitura de Teresina e professores continua. A greve, que dura mais de 130 dias, segue sem data para terminar. 

Os professores iniciaram a greve em março, cobrando o pagamento integral do reajuste salarial definido pelo Governo Federal. A prefeitura sugeriu dividir o pagamento do reajuste em duas parcelas: uma a ser paga em março, retroativa à janeiro, e outra em agosto. Os professores não aceitaram a proposta e chegaram a fazer manifestações diante do Tribunal de Justiça e da Câmara de Vereadores.

Foto: Reprodução/Facebook Sindserm
Foto: Reprodução/Facebook Sindserm

Segundo Sinésio Soares, membro da coordenação geral do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindserm), quando inciou a pandemia, a prefeitura contratou 1.900 estagiários e colocou para trabalhar no lugar dos professores em atividades remotas, ato identificado como ilegal. 

Continua depois da publicidade

Depois de quatro meses de greve, a prefeitura enfim anunciou que vai pagar na folha do mês de julho a segunda parcela do reajuste salarial dos professores retroativo a janeiro e fevereiro deste ano.

No entanto, de acordo com Sinésio, a greve continua. A categoria só retornará aos trabalhos presenciais se houver medidas de segurança de saúde dos profissionais e alunos.

"Não há a minima condição de iniciar aulas presenciais sem testagem em massa. Essa é a condição do sindicato", afirmou Sinésio. A categoria deve realizar uma assembleia geral no início de agosto. 

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp