Domingo, 25 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

31°

21° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Mulher
R10 Mulher
Tudo sobre a mulher moderna.
Entretenimento Confira!
20/07/2020 16h19 Atualizada há 1 ano
Por: Marina Sousa

Depilação de buço: vantagens e contraindicações de cada método

Ao realizar a depilação de buço, é importante escolher a melhor técnica e ter alguns cuidados antes e depois do procedimento, para não causar irritações na pele. Selecionamos os principais métodos de acordo com a dermatologista Caroline Aguiar (RQE 84833), que citou as vantagens e contraindicações de cada um deles.

Confira!

Foto: ISTOCK
Foto: ISTOCK

7 tipos de depilação de buço

Vamos falar sobre os tipos de depilação de buço mais comuns, suas vantagens e contraindicações para te ajudar a escolher o melhor para você! Veja só:

Depilação de buço com cera quente

A depilação com cera quente arranca o pelo pela raiz, “retarda” o crescimento e deixa a pele mais lisinha. Entretanto, a dermatologista alerta que “existe o risco da cera grudar demais na camada mais superficial da pele e arrancá-la, deixando-a muito ressecada, ou até, em casos mais raros, formar feridas. Também pode causar queimaduras, pela alta temperatura da cera, e infecções na pele, caso o produto seja reutilizado.”

Depilação de buço com cera morna

A cera morna é produzida com ingredientes naturais à base de cera de abelhas. A aplicação é feita com a temperatura mais agradável para a pele, tornando o procedimento mais eficaz, menos dolorido e com menor probabilidade de causar manchas.

Depilação de buço com cera fria

A cera fria é aplicada em temperatura ambiente usando uma fita adesiva, arranca os pelos mais superficialmente e costuma causar mais dor e irritação. É mais indicada para pessoas com pele morena, sensível e com tendência a manchas.

Depilação de buço com creme depilatório

O creme é mais prático e indolor, porém o crescimento do pelo é bem mais rápido. Além disso, pode haver dermatites pelos componentes químicos do produto, e gestantes não podem usar esse método.

Depilação de buço a laser

A grande vantagem do método é que destrói o pelo, sendo, na maioria dos casos, irreversível. “Então, a paciente se livra de vez dos pelos indesejados, entretanto há riscos de queimaduras, pigmentação no local e gestantes não fazer esse procedimento”, alerta Caroline.

Depilação de buço com linha

Assim como a cera, a depilação com linha também arranca o pelo pela raiz e “retarda” o seu crescimento. É um método mais higiênico e com menor chance de arrancar a barreira cutânea, pois não gruda na pele como a cera e retira os pelos mais finos. No entanto, como nos demais procedimentos, também existe risco de dermatites e pigmentação no local, além de cortes na pele ocasionados pela linha.

Depilação de buço com pinça

A depilação com a pinça é prática e retira o pelo pela raiz. Porém, é indicada para pessoas com pouco pelo, pois a pinça não garante uma depilação 100% perfeita. Esse método costuma ser demorado, dolorido e, muitas vezes, não arranca os pelos mais finos.

A dermatologista enfatiza que qualquer método pode gerar pigmentação pós-inflamatória ou foliculites. Pacientes em uso de ácidos, com quadro de dermatites ou infecções ativas no local não devem realizar o procedimento.

Cuidados importantes com a depilação de buço

Saiba quais são os principais cuidados, antes e após a depilação, para prevenir irritações, reações alérgicas e manchas na pele:

Prepare a pele antes da depilação: antes de realizar o procedimento, higienize a região com água e sabonete hidratante para pele sensível. Também evite limpar a pele com produtos à base de álcool, pois podem irritar ainda mais a pele.

Cuidados após a depilação: “evite exposição solar direta nas próximas 24 horas, utilize protetor solar a cada 2 horas, cremes hidratantes restauradores da barreira cutânea e água termal no local”, orienta a dermatologista.

Evite foliculite: a preparação da pele é fundamental para evitar irritações na pele e prevenir a foliculite. Portanto, limpe bem a pele antes da depilação e não use produtos com álcool, parabenos ou fragrância em sua composição. Para aliviar e acalmar a pele, use produtos com princípios ativos calmantes.

Evite manchas: dependendo da forma ou intensidade de realização do procedimento, pessoas alérgicas e com a pele mais sensível podem ter uma reação inflamatória na pele e gerar manchas (hiperpigmentação pós-inflamatória). Para evitá-las, é importante seguir as recomendações de preparação da pele e os cuidados após a depilação, que foram mencionadas nos tópicos anteriores.

Vale ressaltar a importância de procurar um(a) dermatologista, caso apresente quadro de foliculite ou manchas na pele.

Fonte: Dicas de mulher
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp