Quarta, 24 de abril de 2019
(86) 99915-1055
Governo do Estado
Cultura - Virtualidade

Postada em 04/03/2018 ás 09h33 - atualizada em 05/08/2018 ás 22h02

Publicada por: Professor Sucupira

Já ficou sem wattsar ou facebookar hoje?
Consegue?
Já ficou sem wattsar ou facebookar hoje?

Já tentou ficar sem digitar no face e de "conversar" pelo watts hoje?

No mundo da conexão virtual, onde as palavras escritas vêm substituindo as palavras ditas é quase impossível. É uma dinâmica cotidiana e quase não há como fugir. Você consegue? Faço aqui uma pergunta. Quem nos últimos meses escreveu uma carta ou passou um telegrama? Lembre-se ... os correios ainda existem! Rindo aqui até 2150.

Lembrei da última carta que escrevi ainda na década de 1980 quando terminava um namoro na época. Pense! É o novo! Reitero a pergunta. Quem ainda não passou um e-mail ou escreveu nowatts,  ou ainda não facebookou hoje? Tenho certeza que poucos, pois faz parte do cotidiano de muitos no trabalho, na família   –   que até criam grupos para se comunicar – e no namoro ... tenho certeza que nesta relação, dar até caimbra nos dedos.

Costumo dizer que existem três documentos importantíssimos: Dois oficiais: o CPF, RG e o outro, é o E-mail, que praticamente foi institucionalizado em função do seu uso. Hoje em dia é quase impossível você ver em uma mesa, um grupo de pessoas onde pelo menos um não esteja usando celular conectado no mundo da virtualidade-real das redes sociais.

 Está errado? É natural nos dias de hoje?

O mundo está ficando rápido e superficial?

Tem como fugir da dinâmica das em palavras escritas e dos Emojis também chamados de emoticons ou smileys ? Escreva um texto com uma pequena complexidade que seus amigos e seguidores no watt ou no face dirão que é uma “tese de mestrado” de tão grande para os padrões da instantaneidade das redes sociais. Pode um troço desse!

 Quando eu posto no status do meu facebook sempre começo com a expressão: Posseiros deste “LATIFÚNDIO VIRTUAL” (...) Sabe porquê? O Facebook tem um dono, Mark Zuckerberg e nós somos simples posseiros com um lote que chamamos de perfil. Mas, que lote importante pois nele, podemos expressar nosso pensar, postar fotos, fazer propaganda, escrever nossas “besteiras” e fazer críticas ... Que bom ter acesso as redes sociais e poder interagir propositivamente e, de certa forma, sentir-se com liberdade para expressar as ideias e, ao mesmo tempo, ter informações fora do controle da censura camuflada ainda existente das “democráticas” redes de comunicação controlada por um pequeno grupo da elite-mídia brasileira. As redes sociais nos permitem sair do controle das informações padronizadas “oficiais” da grande mídia.

O mundo da conexão, da virtualidade, da rapidez da informação e do “dialogo” escrito é um caminho sem volta.  A adaptação a esta dinâmica se faz necessária para que você venha se inserir no mundo real da instantaneidade virtual. A sobrevivência cotidiana neste mundo está na palavra adaptação.  Adapte-se  sem perder a sua identidade ou você estará fora do contexto real e atual. Saiba usa-la otimizando suas redes pois é uma forma de sobrevivência nos dias de hoje.

 Professor Sucupira

 

 

 

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Picos Por Jucelma Sales

SMS entrega aparelhos de locomoção para pessoas portadoras de deficiência

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

'Direito Digital' será tema de duas palestras promovidas pela OAB Timon

Cajueiro da Praia Por Gilmar Araujo

MPF é acionado sobre obra em via de acesso à praia da Barrinha

Piracuruca Por Valdecir Lima & Larícia Castro

North Acqua Park garante qualidade na hora de servir

Simplício Mendes Por Renato Pereira da Silva

O COMUDE realizará nesta quarta uma Roda de Conversa sobre o AUTISMO

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium