Terça, 18 de dezembro de 2018
(86) 99915-1055
Desk Propaganda
Internacional - Mundo

Postada em 05/03/2018 ás 10h12

Publicada por: Gustavo Miranda

Mulheres e crianças fogem de intensos bombardeios em Ghouta, na Síria
O exército do governo Sírio parece estar aumentando a pressão para retomar o território.
Mulheres e crianças fogem de intensos bombardeios em Ghouta, na Síria

Foto: Reprodução

Moradores estão fugindo da região de Ghouta, na Síria, onde a situação tem sido descrita como "extremamente crítica".

A batalha na região se intensificou porque o exército do governo Sírio parece estar aumentando a pressão para retomar o território – que é perto da capital, Damasco, e está dominado pela oposição.

Segundo o G1, forças do governo tomaram 10% da região, segundo monitores o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Um comboio humanitário da ONU que estava programado para ir à região no domingo não conseguiu entrar no território. Segundo a organização, 40 caminhões carregando suplementos foram impedidos de entrar na cidade de Douma por funcionários do governo Sírio.

A batalha no local deixou mais de 600 pessoas mortas – muitas delas crianças – desde de 18 de fevereiro.

Quão ruim é a situação?

Nem a trégua diária de cinco horas anunciada pela Rússia – principal aliado do governo sírio – nem a negociação de um cessar-fogo feita pelo Conselho de Segurança da ONU ajudaram e aliviar a tensão no local.

A oposição acusa forças leais ao governo de usarem uma arma química – gás cloro – e bombardeios aéreos contra a população civil de Ghouta.

A ONU diz que "a punição coletiva de civis é simplesmente inaceitável".

"Em vez de uma pausa necessária, continuamos vendo mais batalhas, mais mortes, e mais relatos perturbadores de fome e de hospitais sendo bombardeados", diz Panos Moumtzis, coordenador da ajuda humanitária da ONU na região.

Cerca de 393 mil pessoas estão presas na região, sob cerco.

Para onde as pessoas estão fugindo?

Fontes das forças de oposição e jornalistas cobrindo o conflito dizem que centenas de pessoas estão fugindo dos bombardeios ao sul da cidade de Douma e ao leste da região de Ghouta, que é densamente povoada.

Há relatos de que moradores – em grande parte mulheres e crianças – estão fugindo para a região central do território para procurar abrigo. A violência da batalha tem escalado ao sul de Douma, onde o governo luta contra o Jaish al-Islam, um dos três principais grupos de oposição.

Um civil que conversou com a BBC disse que a situação está "extremamente crítica".

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Beneditinos Por Cascatinha Pessoa

Câmara de Vereadores de Beneditinos renova mesa diretora

Colônia do Gurgueia Por Geney Ribeiro

Encontro de gerações da Família Brito em Colônia do Gurgueia

São João do Arraial-PI Por Leônidas Silva

Prefeita Vilma Lima é eleita 2° suplente do Conselho fiscal da APPM

Alto Longá Por R. Bezerra

Encontro Saúde/Educação com as famílias de Alto Longá

Campo Maior Por Wellington Siqueira

Prefeitura anuncia programação de final de ano em Campo Maior

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium