Segunda, 26 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

29°

18° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
Cidades Sessão virtual
05/08/2020 18h25 Atualizada há 12 meses
Por: Cristina

Vereadores esquecem microfone ligado e falam sobre compra de votos no PI

Em sessão realizada no último dia 23 de julho, dois vereadores do município de Brasileira, sem observarem que microfone estava ligado, começaram a conversar abertamente sobre manipulação de pesquisa, compra de votos, além do uso da administração pública em prol de pessoas do grupo político.

São vídeos que em um deles, o ex-secretário de educação e sobrinho da prefeita Carmen Gean diz "Os compromissos do Irmão Afonso é inadmissíveis. Pessoal pede é consulta, é remédio, é viagem pra Teresina". O vereador Leandro entra na conversa e diz "Eu tô pra não aguentar". Já o vereador Gilson Borges dispara "É tijolo, é cimento". Fabiane Siqueira, que trabalha na gestão, entra na conversa e diz "O Hospital é só pra Carmosa (pré-candidata a vereadora) e pra filha dela (Carla Penafiel)", ambas são familiares da prefeita Carmen Gean.

Vereadores esquecem microfone ligado e falam sobre compra de votos no PI

Em determinado momento o vereador Leandro se preocupa sobre a possibilidade de alguém estar ouvindo os áudios. Na sequência ele se mostra preocupado sobre o uso político da saúde só pra uma pessoa da saúde. "A saúde tem que atender nós também", diz o vereador. Em pleno período de pandemia, observa-se o uso da principal instituição de saúde da cidade para caráter político.

Continua depois da publicidade

Em outro vídeo, o vereador Gilson Borges comenta a pesquisa encomendada pelo primo da prefeita Carmen Gean, onde ela apareceu bem à frente do que seu adversário. "Essa pesquisa veio pra matar nós, porque era pra dar empareada, que aí a mulher (prefeita Carmen Gean) ía gastar dinheiro com nós", diz.

Fonte: Reporter 10
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp