Sábado, 18 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

34°

22° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Policial
R10 Policial
Tudo sobre notícias policiais do Brasil e do mundo.
Polícia Irregularidades
13/08/2020 07h53 Atualizada há 1 ano
Por: Francine Dutra

Operação da PF investiga desvio de recursos pela Prefeitura de União

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (13) a "Operação NaClo" com o objetivo de apurar desvio de recursos públicos federais destinados ao combate do novo Coronavírus (COVID-19) no município de União.

A ação, em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU/PI), visa cumprir seis mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal no Piauí durante a investigação. Os mandados estão sendo cumpridos na sede da Secretaria de Saúde de União, na Prefeitura de União e também em empresas com sede na cidade de Teresina.

Foto: Reprodução/PF
Foto: Reprodução/PF

De acordo com as informações,  Secretaria de Saúde do município de União havia adquirido 6 mil unidades de galões de 5L de hipoclorito de sódio 2% (água sanitária) ao custo total de R$ 293 mil para realizar a higienização de ruas do referido município, que tem uma população de aproximadamente 45 mil habitantes.

Continua depois da publicidade

Foram identificados indícios razoáveis de fraude ao processo licitatório, tal qual utilização de propostas inidôneas e superfaturadas de duas empresas no intuito de direcionar o certame a uma delas, bem como justificar o preço superfaturado apresentado por esta.

A investigação aponta ainda, que a empresa vencedora do certame realizou a venda da unidade do galão de 5L de hipoclorito de sódio 2% ao custo de R$ 48,80, conquanto o preço médio do referido produto no mercado local, mesmo em período de pandemia, é de R$ 20,00, portanto há indícios razoáveis de que o contrato firmado entre a citada empresa e a Secretaria de Saúde do município de União foi superfaturado em pelo menos 144%.

O objetivo do cumprimento das medidas judiciais é colher elementos de prova que ratifiquem a tese de fraude ao processo licitatório 25/2020, superfaturamento do contrato 210/2020, dentre outras práticas criminosas, bem como verificar se a primeira empresa efetivamente entregou ao município de União 6.000 unidades de galões de 5L de hipoclorito de sódio 2% (água sanitária).

Os investigados  poderão responder, na medida de suas culpabiliddes, pelos crimes de associação criminosa (art. 288 do CP), desvio de recursos públicos (art. 312 do CP) e fraude a licitação (art. 90 da lei 8.666/93) cujas penas somadas podem chegar a 20 anos de reclusão. 

O nome “Operação NaClo” é decorrente da fórmula da composição química do hipoclorito de sódio (água sanitária).

O outro lado

Por meio de nota, a prefeitura de União informou que desconhece as irregularidades e que está colaborando com a investigação.

A Prefeitura de União esclarece que desconhece indícios de superfaturamento na aquisição do hipoclorito de sódio utilizado para a sanitização de locais públicos e ruas da cidade.

Informa ainda que está colaborando com todas as investigações da Polícia Federal para que os fatos possam ser esclarecidos. A Prefeitura trabalha com transparência, prezando pela disponibilização de informações à população e aos órgãos de controle, sendo que o processo licitatório foi realizado seguindo todos os trâmites burocráticos exigidos em lei.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp