Domingo, 17 de Outubro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

23° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
Entretenimento Cinema
20/08/2020 09h28 Atualizada há 1 ano
Por: Aline Alves

Festival “De Volta Para o Cinema” gera polêmica na internet

Enquanto festivais de cinema estão se adaptando ao virtual, ou até mesmo sendo cancelados pelo mundo por causa da pandemia do Coronavírus, gerou surpresa (e um pouco de revolta) o anúncio ontem do festival De Volta Para o Cinema, que começa a partir de 3 de setembro em várias salas de cinema pelo Brasil.

Para parte do público não faz sentido correr o risco de se contaminar enquanto a vacina não chega, especialmente na falta de novidades para assistir, já que os grandes lançamentos foram adiados e, alguns, estão chegando diretamente no streaming visando a segurança das pessoas.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Como o próprio nome deixa claro, o festival De Volta Para o Cinema estimula o público a ocupar fisicamente as salas. O evento, que conta com o apoio de exibidores, distribuidoras, fornecedores e produtoras, visa reestabelecer o setor, um dos mais afetados pela pandemia.

Ainda que siga todos os protocolos de higiene e regulação de acordo com o relaxamento da quarentena em cada região, a iniciativa assusta por ir na contramão a festivais e mostras tradicionais. São eventos que efetivamente trarão títulos inéditos, e ainda assim se adaptaram para enfrentar esse momento tão difícil para o setor e para o mundo.

Na internet internautas dividiram opiniões sobre o Festival. Em resposta a um tuíte na conta de Érico Borgo, um dos idealizadores do projeto, internautas argumentaram que é irresponsável promover o evento enquanto os números da pandemia do coronavírus continuam elevados no país.

“100k mortos e tu querendo botar filme de sessão da tarde p galera ver em sala de cinema. Triste demais”

-- Lucas Furtado (@Lukao_scalene) August 18, 2020

“Porra, Érico, sério??? Festival de "volta ao cinema"? No meio da pandemia? Tu vendeu toda sua responsabilidade em nome do dinheiro, cara? "Ah, cinemas autorizados pelo governo"... qual, o mesmo que autoriza abertura de bares enquanto morrem 1.200 pessoas por dia?”

-- Daniel Guedes (@danielteberga) August 18, 2020

Defensores da ideia, enquanto isso, argumentaram que outros ramos de negócios já tiveram autorização de reabrir (com ou sem medidas de segurança), e que a iniciativa serve para ajudar exibidores em situação financeira complicada após meses de fechamento.

“Parabéns pela iniciativa, Érico e demais envolvidos. Quem quiser apoiar, irá frequentar. Quem não se sentir seguro, é só ficar em casa. Famoso livre-arbítrio. Cinema e cultura também é essencial. Vamos juntos nessa, em segurança.

-- Marcos Ruppelt (@marcos_ruppelt) August 18, 2020

Fonte: Uol
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp