Sexta, 05 de Março de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

27°

23° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Gustavo Miranda
Gustavo Miranda
Publicitário por amor. Formado em Publicidade e Propaganda. Influenciador Digital.Ama Deus e a família sobre todas as coisas. Curioso é minha melhor definição que ama a profissão e busca referências e aprendizado a todo instante. Instagram: @gustavomiranda00
Saúde Piauiense
23/08/2020 09h40 Atualizada há 6 meses
Por: Gustavo Henrique

Fisioterapeuta Pedro Pinheiro fala sobre desafios frente à pandemia

Ele ainda relatou de como está sua rotina nos dias atuais.

Foto: Gustavo Miranda(@gustavomiranda00)
Foto: Gustavo Miranda(@gustavomiranda00)

Informações precisas e confiáveis permitem que pessoas tomem decisões conscientes e adotem comportamentos positivos para proteger a si e seus entes queridos de doenças como a causada pelo novo coronavírus.

Em entrevista concedida, o Fisioterapeuta Pedro Pinheiro (31), falou sobre a importância dos cuidados que vem tomando em relação aos atendimentos dos pacientes.

“De certa forma a pandemia veio para que possamos ter mais cuidados com a higienização pessoal mais ainda. Acredito que seria o ideal realizar um atendimento utilizando máscaras, principalmente com pacientes mais debilitados. Por exemplo, faço atendimento de pacientes mais acamados, que possuem uma saúde fragilizada”, relatou o doutor.

A doença provocou a suspensão dos atendimentos presenciais. Com isso, muitos pacientes precisaram interromper as atividades, o que pode trazer prejuízos à evolução conquistada durante o tratamento.

“Dentro da área da fisioterapia, o distanciamento se tornou um pouco complicado, pois como o atendimento fisioterapêutico necessita de um contato entre paciente e terapeuta, eles ficaram muito receosos, principalmente no início, onde muitos solicitaram a suspensão do atendimento temendo a infecção. Porém como a doença vem se prologando, alguns que precisam do atendimento de uma forma mais intensa, tiveram de retornar para realizar novamente o acompanhamento”, disse Pedro.

Ele ainda relatou de como está sua rotina nos dias atuais. “Após a retomada, nós como profissionais tivemos a missão de dobrar nossos cuidados e atualmente saio de casa somente para realizar os atendimentos e casos de extrema necessidade tomando todas as medidas de proteção necessárias, ressaltou.

 

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®