Quinta, 02 de Dezembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

35°

25° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília
Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.
Política Resumo do dia
26/08/2020 21h52 Atualizada há 1 ano
Por: Jornalista Milton Atanazio

Quarta-feira, 26 de agosto – RESUMO DO DIA

Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado, indicados pelo jornalista Milton Atanazio, direto de Brasília.


Bolsonaro interrompe as discussões sobre o substituto do Bolsa Família, critica publicamente a proposta e amplia o desgaste com o ministro Paulo Guedes. Pagamentos indevidos do auxílio emergencial podem chegar a R$ 42 bilhões, e o TCU manda o governo revisar a lista de beneficiados todo mês. Seis meses após o 1º caso, Brasil chega a 117 mil mortes por coronavírus. Nova onda de protestos antirracistas nos EUA. E a aproximação do furacão Laura.

‘Posto Ipiranga’ desgastado

Bolsonaro suspendeu as discussões sobre o Renda Brasil, substituto do Bolsa Família. O presidente criticou publicamente a proposta feita pela equipe econômica e disse que não concorda com a ideia do ministro Paulo Guedes de acabar com o abono salarial para bancar o programa.

Bolsonaro interrompe as discussões sobre o substituto do Bolsa Família, critica publicamente a proposta e amplia o desgaste com o ministro Paulo Guedes
Bolsonaro interrompe as discussões sobre o substituto do Bolsa Família, critica publicamente a proposta e amplia o desgaste com o ministro Paulo Guedes
  • Entenda os detalhes do abono salarial, benefício que Guedes sugeriu cortar

Bolsonaro quer mais que os R$ 250 propostos e garantiu que não pretende tirar recursos de outros benefícios. ‘A proposta como apareceu para mim não será enviada ao parlamento. Não posso tirar de pobre para dar a paupérrimos’, afirmou em um evento em Minas Gerais.

  • VALDO CRUZ: Presidente frita Guedes e joga para a plateia

O desgaste entre o presidente e o “posto Ipiranga” pegou mal no mercado financeiro. O dólar fechou com a maior cotação dos últimos três meses, a R$ 5,61. O índice Bovespa caiu 1,46%, a 100.627 pontos.

Já Paulo Guedes não se abalou: ‘É assim mesmo. Ele é o presidente e é quem decide’. Para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, Bolsonaro fez a ‘análise correta’ ao suspender proposta.

Privacidade na internet

O Senado negou ampliar prazo, e a Lei Geral de Proteção de Dados, com punições a empresas que descumprirem regras de privacidade na internet, deve entrar em vigor até setembro. Bolsonaro queria deixar as mudanças para 2021.

  • ENTENDA: Por que estou recebendo avisos de políticas de privacidade em apps e sites?

Como o adiamento não foi votado, a medida passa a valer assim que o texto final da MP, aprovado pelo Senado, for sancionado como lei pelo presidente Jair Bolsonaro. Ele tem 15 dias para fazer isso, e se não assinar, o texto volta ao Congresso e será promulgado.

Cerco a pagamentos indevidos

O Tribunal de Contas da União mandou que o Ministério da Cidadania revise todo mês a lista de quem recebe o auxílio emergencial. Segundo o TCU, é preciso excluir da base quem, por exemplo, conseguiu emprego formal no período. Uma auditoria do tribunal aponta que pagamentos indevidos podem atingir R$ 42 bilhões. De acordo com o ministro Bruno Dantas, até o mês de junho foram excluídos 1,31 milhão de benefícios.

  • Governo divulga novo calendário para novos aprovados no auxílio

Covid no Brasil

O Brasil registrou 1.090 mortes pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo dados do consórcio de veículos de imprensa. O número total de óbitos passa de 117 mil. Hoje, seis meses após o país registrar o primeiro caso de Covid, já são mais de 3,7 milhões de infectados.

  • ‘Lista VIP’ teria priorizado políticos em testes de coronavírus
  • Mulheres têm resposta imune mais eficiente do que os homens, sugere estudo

Pagamentos a Wassef

O procurador-geral da República, Augusto Aras, deu dez dias para que delatores da J&F esclareçam pagamentos de R$ 9,8 milhões feitos pela empresa ao advogado Frederick Wassef, que trabalhou para a família do presidente Jair Bolsonaro. As movimentações financeiras, identificadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras, foram feitas entre 2015 e 2020. A decisão da PGR é uma etapa da apuração preliminar aberta para saber se os valores têm relação com fatos relatados na delação.

Informações expostas

Um grupo de hackers vazou criminosamente no Twitter supostos dados da primeira-dama Michelle Bolsonaro. Entre as informações expostas estão números de telefoneendereços residenciais e dados de cartão de crédito que seriam de Michelle. O Palácio do Planalto não se manifestou sobre as postagens. Em junho, o mesmo grupo divulgou supostos dados pessoais de filhos do presidente, de ministros e do próprio Jair Bolsonaro.

Miliciano morto na Bahia

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia anunciou nesta quarta a conclusão do inquérito sobre a morte do miliciano Adriano da Nóbrega. Segundo a polícia, ele não foi executado nem torturado, e morreu em troca de tiros com PMs. Adriano foi morto em fevereiro em um sítio de um vereador do PSL no interior baiano. O miliciano era um dos investigados por participação no suposto esquema de desvio de salários de funcionários do gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj.

  • Caso Marielle: STJ obriga Google a entregar dados para investigação

Protestos antirracistas

Vídeo mostra momento em que jovem atira em manifestantes nos EUA
Vídeo mostra momento em que jovem atira em manifestantes nos EUA
WWW.FOCONAPOLITICA.COM.BR

Um vídeo mostra um homem atirando contra manifestantes em um protesto antirracista na cidade de Kenosha, em Wisconsin, nos EUA, ontem à noite. Duas pessoas morreram e uma ficou ferida no terceiro dia de atos em resposta à uma operação em que um policial branco baleou Jacob Blake, um afro-americano, no fim de semana. O novo caso de violência policial provocou um boicote de jogadores de basquete, e a NBA adiou jogos da liga americana.

Potencial catastrófico

Na costa sul dos EUA, a aproximação do furacão Laura preocupa moradores do Texas e da Louisiana. O fenômeno atingiu a categoria 4 durante a tarde e deve atingir o país com ventos de até 255 km/h. Autoridades classificaram a tempestade com “potencial catastrófico”.

  • VÍDEO: avião faz imagens de dentro do olho do furacão
  • Por que furacão Laura é classificado como ‘impossível de sobreviver’?

Menos sindicalizados

21,7% foi o número de trabalhadores sindicalizados que o Brasil perdeu desde a reforma trabalhista, em 2017. Isso corresponde a 2,9 milhões de profissionais, segundo dados do IBGE. Antes da reforma, todos os trabalhadores eram obrigados a pagar uma contribuição anual ao sindicato de sua respectiva categoria. Com a mudança legislativa, essa obrigatoriedade foi derrubada.

Com informações da Agências Brasil,Câmara e Senado, G1 e Poder 360. e internacionais Sputinik Brasil e BBC Brasil

E MAIS...

CLICAR ABAIXO: Edição Completa NOTÍCIAS, FOTOS, VÍDEOS E LINKS

www.foconapolitica.com;br

Fonte: g1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp