Quinta, 24 de Junho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

24°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Sem foto
Gilbués Correspondente do município.
Cidades Gilbués
30/08/2020 09h07
Por: GILBUÉS

VICE-PREFEITO PAULO MASCARENHAS (MANIM) SE PRONUNCIA SOBRE DECRETO DE LÉO MATOS

VICE-PREFEITO PAULO MASCARENHAS (MANIM) SE PRONUNCIA SOBRE DECRETO DE LÉO MATOS

O Vice-Prefeito de Gilbués, Paulo Henrique Nogueira Mascarenhas, decidiu se pronunciar sobre Decreto assinado por Léo Matos, publicado na última sexta-feira, 28 de agosto.

No documento, Léo Matos determina a devolução dos valores pagos indevidamente, Manim se pronunciou alegando que “Léo Matos está ludibriando as pessoas através deste Decreto, a decisão da Ação Direta de Inconstitucionalidade, determina que os efeitos da inconstitucionalidade dos artigos da Lei Orgânica de Gilbués retroajam, mas em nenhum momento a Decisão estabeleceu que os atos durante minha gestão deveriam ser declarados nulos

Manim ainda alegou que os atos tomados durante um pouco mais de dois meses de sua gestão foram atos jurídicos perfeitos, tomados em estrito cumprimento da legalidade, sem nenhuma ordem judicial de devolução de valores ou anulação de quaisquer destes atos.

Continua depois da publicidade

Perguntado pela nossa equipe de reportagem sobre as ações realizadas neste período de gestão, Manim se colocou explicando que: “Realizamos importantes recuperações físicas de obras e estradas, reativamos, melhoramos e aperfeiçoamos toda a saúde pública de Gilbués, colocamos a folha de pagamento de todos os servidores em dia, limpamos completamente nossa cidade, levamos água potável a mais de 100 famílias, distribuímos milhares de kits de higiene e alimentação além de intensificarmos o combate à Pandemia da COVID-19”

Em sua fala, Manim ainda esclareceu que toda a prestação de contas de sua gestão será devidamente apresentada aos órgãos devidos de controle à época certa e que ações judiciais estão sendo tomadas contra a tentativa de aterrorização popular provocada por Léo Matos: “Todos os valores utilizados, foram empregados de forma legal e licita, o que será perfeitamente comprovado com a certa aprovação da prestação de contas em período correto”.
Completando a entrevista Manim destacou dizendo: “Na época em que estamos vivendo, lamento que o Poder Público seja utilizado para enganos como este, em mais de 20 anos de vida pública, sempre usei de minha função para o engajamento correto, ético, moral e legal com a população gilbuense

Fonte: Portal R10
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp