Domingo, 09 de Maio de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

31°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Policial
R10 Policial
Tudo sobre notícias policiais do Brasil e do mundo.
Polícia Fiscalização
01/09/2020 16h23 Atualizada há 8 meses
Por: Cristina

Fábrica clandestina é interditada por péssimas condições sanitárias no Piauí

Foto: Reprodução/Procon
Foto: Reprodução/Procon

Uma fábrica que utilizava caixas d'água e baldes para produzir queijo na Zona Rural do município de São José do Divino, foi interditada na manhã desta terça-feira (1º). De acordo com o Procon, foram apreendidos 300 kg de queijo no local.

O chefe de fiscalizações do Procon-PI, Arimatéa Arêa Leão, disse que diariamente eram produzidos 600 kg de queijo no local. A venda e a distribuição do produto eram feitas na região de Piracuruca e São José do Divino.

"Fomos juntamente com a Promotoria de Justiça de Piracuruca e o centro regional de doenças veterinárias verificar uma denúncia de produção clandestina de queijo. Verificamos no local toda a situação de higiene, produtos inadequados para consumos e interditamos o estabelecimento", explicou.

Continua depois da publicidade

Conforme a fiscalização do Procon, para o queijo ser comercializado, é preciso seguir uma série de normas técnicas, como acompanhamento técnico e veterinário, análise probiótica, pasteurização do leite e uso de equipamentos de proteção individual (EPI). Segundo Arimatéa Marques, o local não cumpria nenhuma dessas exigências.

"A maneira como eles estavam fabricando o queijo é insalubre. Estavam colocando em risco a vida da sociedade, sem nenhuma higiene, sem máscara, sem nada", disse.

O estabelecimento foi notificado e, após uma análise da promotoria, pode receber uma multa de R$ 600 a R$ 10 milhões. O Ministério Público vai analisar os procedimentos, reincidência e o poder econômico e definir o valor da multa.

Fonte: G1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp