Sábado, 26 de setembro de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Governo Setembro 3
[email protected]
86 9 9834-2372
Esportes

Esportes

Esportes R10 Tudo sobre esportes no Piauí, Brasil e no Mundo.

[email protected]

86 9 9834-2372

Esportes - Esporte

Postada em 13/09/2020 ás 18h50

Publicada por: Cristina

Fluminence vence Corinthians e aumenta crise dos paulistas
O Corinthians permanece com apenas nove pontos na competição.
Fluminence vence Corinthians e aumenta crise dos paulistas

Reprodução

O Fluminense venceu o Corinthians por 2 a 1, hoje (13), no Maracanã, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado expõe a fragilidade do time paulista, que não conseguiu reagir na competição mesmo com a troca de técnico: Dyego Coelho assumiu interinamente no lugar de Tiago Nunes, demitido na última sexta-feira. Nenê, o melhor em campo, fez os dois gols do time carioca, enquanto Mateus Vital descontou aos 49 minutos do segundo tempo para o Alvinegro.

O Corinthians permanece com apenas nove pontos na competição e corre sério risco de zona de rebaixamento. Já o Fluminense encosta no G-6, com 14 pontos.

O Flu volta a campo para enfrentar o Atlético-GO, quarta-feira (16), pela Copa do Brasil, no Rio de Janeiro, enquanto o Timão pega o Bahia no mesmo dia, às 21h30 (de Brasília), na Neo Química Arena, pelo Brasileirão.

O melhor: Nenê decisivo

O meia Nenê foi decisivo. Além de armar a maioria das jogadas e liderar o time em campo, o experiente meia abriu o marcador para o Fluminense mostrando raciocínio rápido e agilidade aos nove minutos de jogo, e fechou o placar em cobrança de pênalti aos 43 minutos do segundo tempo.

O pior: Gabriel perdido.

O volante Gabriel não é eficiente para proteger a defesa e nem para iniciar as jogadas do time no meio-campo. O camisa 5 ainda conseguiu levar um cartão amarelo aos três minutos de jogo e está suspenso para o próximo jogo. Esquema novo, postura velha O Corinthians entrou em campo no esquema 4-1-4-1, com Gabriel na frente da zaga, Ederson e Cantillo por dentro, e Otero (esquerda) e Mosquito abertos (direita).

No entanto, após sofrer o gol aos sete minutos de jogo, Coelho sacou Ederson para colocar Everaldo aos 17 minutos. Com isso, o time passou a atuar com Otero por dentro, e Everaldo e Mosquito por fora. Nada melhorou pela falta de qualidade técnica dos jogadores. Apesar de mudar o esquema tático, a postura foi a mesma: um time apático em campo.

O Fluminense, por sua vez, se mostrou bastante organizado apesar de suas limitações técnicas.

Fonte: uol

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium