Terça, 29 de setembro de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Governo Setembro 3
Entretenimento - Documentário

Postada em 15/09/2020 ás 15h57

Publicada por: Rogério Marques

O Dilema das Redes - o lado obscuro das redes sociais.
Novo documentário da Netflix mostra pro mundo os bastidores das manipulações nas redes sociais.
O Dilema das Redes - o lado obscuro das redes sociais.

Foto: Netflix

O novo documentário da Netflix, The Social Dilemma, dirigido por Jeff Orlowski,  tem gerado curiosidade e polêmica na internet, por tratar de um assunto delicado, e que mesmo presente no nosso dia-dia, pouca gente ousa se comprometer de forma tão aberta, e falar do lado obscuro das redes sociais e a sua influência negativa na nossa sociedade. 

Para dar autoridade às alegações discorridas no documentário, foram convidados ex empregados das principais empresas de tecnologia do mundo, como Google e Facebook. E não se trata apenas de simples funcionários, mas sim de ex diretores, designers, ex presidentes, pessoas que contribuíram diretamente com a criação e o crescimento de muitas das ferramentas e funcionalidades que conhecemos hoje, como por exemplo, um dos convidados foi o criador do “curtir” no facebook. 

Durante o desenrolar dos fatos, a sensação como telespectadores, é de que estamos presos em um episódio de Black Mirror, mas aos poucos você vai percebendo que tudo que é retratado está acontecendo está bem presente a nossa volta, é aí que a ficha começa a cair. 

Um dos pontos fortes da obra, é que ela possui trechos de dramatização, retratando em algumas cenas, a história de uma família comum de classe média, e a influência  das redes sociais na dinâmica desta família, na convivência entre eles e no psicológico de cada um. Não se espante se  você  se identificar com algum dos personagens dessa família. 

Mas afinal o que torna tão especial esse documentário que merece respaldo? 

Sem dúvidas a maior das virtudes dessa obra, é a reflexão, prepara-se para estar o tempo todo imerso em uma sensação de indagação e de autoconhecimento, de como vocês está agindo e de como você está utilizando as redes sociais. 

Os convidados possuem uma experiência muito grande e um conhecimento de causa enorme e não poupam esforços em demonstrar a real situação “por baixo dos panos”. 

São feitas críticas severas ao sistema de monetização das plataformas, e de como as redes sociais como o Facebook, transformaram as pessoas em simples mercadorias, sendo objetos manipulados, nos alienando e nos direcionando a consumir o máximo de anúncios possíveis, gerando lucro que as fazem empresas milionarias. Uma das frases que chama atenção é “ se você não está pagando pelo produto, então você é o produto”. 

Além do aspecto econômico, outra abordagem interessante na obra é a forma como ao longo dos anos as redes sociais vem afetando nossa maneira de agir e de pensar, e neste caso, dou destaque às referências feitas a geração Z, aos jovens entre 12 - 18 anos que estão diariamente submersos nessa cultura, sempre na busca pelo padrão estético e popularidade. E nesse ponto faz-se destaque a um movimento chamado de “disformia Snapchat” , que foi o desencadeamento de um grande número de pessoas buscando cirurgias plásticas e tratamentos invasivos para acompanhar os filtros e demais recursos ofertados pelas redes sociais

Não à toa o longa destaca o número crescente de suicídios ocorridos desde a criação das principais redes sociais, é alarmante saber o percentual crescimento destes casos bem abaixo do nosso nariz e sequer comentarmos a respeito. 

É por isso que o documentário destaca que as redes sociais fizeram e fazem os seres humanos tomarem uma série de atitudes que eles não tomariam sozinhos caso essas plataformas não existissem, e isso é o que torna mais claro o nível de controle que esses conglomerados exercem e o nível de informação que são colhidas sobre cada um de nós. 

Não menos importante, ao final, o diretor Orlowski tem o ápice de sua obra ao denunciar a influência das redes sociais e de suas aplicações no benefício do crescimento das narrativas fakes e na disseminação de ideias conspiratórias que são usadas como trunfo para instituição de governos autocráticos. 

Inclusive, para comprovar a atualização do documentário, o destaque maior fica para as fake news em meio a pandemia do coronavírus, desde á falsas curas, até as teorias conspiratórias dos malefícios da tecnologia 5G além do polêmico  negacionismo a vacina. 

Como vemos na obra, não é que o próprio Zuckerberg e o seu Facebook tiveram  a intenção de criar o caos e dedicarem ao autoritarismo, mas o que acontece, é que as ferramentas criadas e disponíveis nas grandes redes, viraram armas letais nas mãos das pessoas erradas.

O personagem mais importante do documentário é Tristan Harris ex design da Google, e estudioso da persuasão humana, que se viu incomodado com o rumo que a alienação das pessoas estava tomando e resolveu ir a fundo nos estudos dos pontos negativos e bateu de frente com os CEO das maiores empresas do Vale do Silício. 

Para aqueles que acham que não são influenciados pelas redes sociais, ou acham que conseguem se esquivar dos algoritmos, cabe assistir este fantástico documentário. 

Diante do mundo que vivemos hoje, trata-se de uma reflexão bastante necessária, pois por mais que pensamos estar no controle, na verdade somos apenas peões em um gigante tabuleiro, é isso que o documentário tenta nos alertar, para que algo seja feito enquanto há tempo. 

 

 

 

 

 

 

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

DAI/Timon apreende menor apontado como carrasco de facção

São Gonçalo do Piauí Por Francisco Myller

Nathan Sousa é um dos selecionados para revista internacional de literatura

Beneditinos Por Cascatinha Pessoa

Rádio Comunitária faz trabalho social e ajuda famílias carentes do município

Cabeceiras do Piauí Por Francisco Rocha

Cabeceiras tem 50 candidatos ao cargo de vereador

Paes Landim Por R10 municípios

Governador visita obras no aeródromo do Vale do Fidalgo

Mais lidas da semana

»

© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium