Quarta, 23 de setembro de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Educa Mais Full Banner
[email protected]
86 9 9834-2372
Sexo e Prazer

Sexo e Prazer

Sexo e prazer Tudo sobre o universo sexual.

[email protected]

86 9 9834-2372

Geral - Sexo e prazer

Postada em 16/09/2020 ás 11h19

Publicada por: Marina Sousa

O ponto G masculino existe! Descubra onde fica e apimente a relação
Um casal em sintonia esabe que o sexo oferece muito mais que o prazer.
O ponto G masculino existe! Descubra onde fica e apimente a relação

Foto: Reprodução

Você provavelmente já ouviu falar no ponto G feminino e leu algumas matérias para aprender a estimulá-lo com seu parceiro. Embora pequena, essa área erógena feminina, o clitóris, pode ser trabalhada pela parede anterior da vagina.

Mas você sabia que também existe um ponto G masculino?

Sim! E se seu companheiro for aberto a novas possibilidades e prazeres, vocês dois podem se beneficiar dessa descoberta. No entanto, muitos homens ainda têm um pensamento machista e estritamente ligado ao prazer fálico. Um casal em sintonia e sem preconceitos sabe que o sexo oferece muito mais que o prazer na penetração. E as mulheres sabem bem que nem sempre é o ato final que dá prazer na transa. Neste post, vamos aprender:

Vamos lá?

O que é o ponto G masculino?

Ao contrário do que se possa imaginar, o ponto G masculino não fica no pênis! É uma zona erógena localizada na parede do reto — ou seja, a próstata. Resumindo, a pequena glândula fica logo abaixo da bexiga, em volta da uretra. Sua função é produzir um fluido incolor que, somado ao esperma, forma o sêmen expelido durante a ejaculação. Dessa forma, quem deseja localizá-lo precisa introduzir o dedo no ânus, na parede anterior (em direção ao pênis) numa profundidade equivalente a 2 ou 3 cm. Você vai encontrar uma elevação do tamanho de uma noz, que é a glândula prostática.Da mesma forma que o clitóris, a próstata, toda a região genital, perineal e algumas partes internas do reto e da uretra são ricas em terminações nervosas. Essa hipersensibilidade proporciona alto prazer quando estimulada — é mais intenso que o orgasmo tradicional. Aliás, o melhor de tudo é que não precisa de estimulação peniana para isso. Além disso, a estimulação da próstata pressiona a uretra a ponto de segurar a ejaculação. Mas, para isso, é necessário mais tempo de aquecimento.

 

Parceiro compreensivo

Para que esse prazer aconteça, é importante que seu parceiro esteja aberto. Afinal, qualquer estimulação anal um homem de cabeça fechada já associa à homossexualidade — quando, na verdade, a única característica que marca a homossexualidade é sentir atração por alguém do mesmo sexo.  O problema é que esse “medo” da penetração atrapalha o prazer e até a saúde.

Quem não conhece homens que não aceitam fazer o exame de próstata? Esse preconceito pode não só impedir experiências muito melhores no sexo, mas também o diagnóstico de outras patologias, como hemorroidas e aparecimento de tumores; já que o homem não faz o exame de toque.

 

Por que o ponto G masculino é tão prazeroso?

Além das terminações nervosas, estar aberto à estimulação anal demonstra um desprendimento a preconceitos. Com isso, todo o sexo se torna mais fácil e prazeroso. Todavia ainda há algo que parece bobagem, mas diz muito sobre o prazer masculino: a consciência sobre seu próprio corpo. O homem é guiado a acreditar que o prazer vem apenas da penetração, o que muitas vezes o leva a não valorizar as preliminares.

Isso porque ele acredita que o prazer está ligado única e exclusivamente ao pênis. Vamos ao exemplo feminino: quando a mulher toma ciência do seu corpo e dos pontos que dão prazer, principalmente os genitais, consegue ter relações sexuais muito melhores.

Melhor: pode ter orgasmos incríveis sem a necessidade de um parceiro

Um estudo do pesquisador Roy Levin, da Universidade de Sheffield, usou como estudo de caso um homem de 63 anos que começou a usar um estimulador por recomendação médica, para aliviar as dores causadas por uma inflamação na próstata. Mesmo sem ter fantasias sexuais durante o uso, em poucas horas o equipamento se tornou altamente orgásmico, a ponto de o homem comparar a prática a um “vício”. Justamente por isso, ele abandonou o uso — mas a história não termina aqui. Ao se deitar e ficar na mesma posição de quando fazia uso do massageador, o indivíduo percebeu que conseguia atingir o orgasmo apenas contraindo os músculos. A partir daí, ao se masturbar ou ter relações sexuais, descobriu-se multiorgásmico. Isto é, ele era capaz de gozar até 10 vezes antes da ejaculação final!

Como estimular o ponto G masculino?

Não basta saber da existência de um ponto G masculino se não puder aproveitá-lo, não é verdade? Descubra como estimular corretamente a próstata do seu parceiro:

Preparação

Antes da manipulação do ponto G masculino, você precisa verificar se suas unhas estão curtinhas, para não machucar a região. Outro detalhe importante: não faça manobras muito bruscas, pois elas também podem machucar a parede do reto. Elas precisam ser firmes e, depois de um tempo intensas, mas nunca violentas ou abruptas. Por fim, o melhor é que seu parceiro tenha evacuado e se higienizado antes. 

Dedos

Suas mãos também devem estar de acordo com a posição corporal do seu parceiro. Se ele estiver de barriga para cima, sua digital deve estar para cima, e vice-versa. Basta uma leve pressão para começar a estimular.  Há especialistas que, por higiene, recomendam o uso de luvas durante a manipulação.

Lubrificação

Para evitar o atrito entre os dedos e a região anal (além de machucados), um lubrificante é indispensável. Embora a saliva possa parecer uma solução fácil e prática, ela não é suficiente.

O ideal é apostar em um lubrificante à base de água. Se você for utilizar luvas ou outro artefato de látex, o melhor é não utilizar óleos e cremes vegetais ou minerais (vaselina, creme hidratante, manteiga, creme de barbear), porque eles aquecem a região e arrebentam o material.

Antes de começar a estimular o ponto G masculino, peça ao seu parceiro que passe muito lubrificante (muito mesmo!) ao redor e dentro do ânus. Se você quiser, pode passar o produto fazendo uma massagem, para que ambos relaxem. Passe também no massageador, brinquedo ou dedos. 

Tempo

A estimulação peniana também pode ajudar vocês durante o sexo, já que um orgasmo peniano é bem mais rápido que o de próstata.

Geralmente, é necessário massagear a glândula por 15 minutos para que o orgasmo aconteça.

Cuidados com a saúde

A região anal e o períneo precisam estar saudáveis, sem machucados. Quaisquer feridas precisam de autorização e cuidado médico antes da estimulação no ponto masculino G.

A manipulação também está proibida nos casos de:

Prostatite bacteriana;

Infecção urinária;

Hemorroidas;

Epididimite;

Orquite;

HPV.

Viu como é possível ter muito mais prazer na sua relação sexual?

Antes de estimular o ponto G masculino, converse com seu parceiro. O ideal é que haja confiança e liberdade entre os dois. Assim, vocês podem variar as fantasias e descobrir novas e incríveis possibilidades no sexo!

Fonte: Mulher bem resolvida

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium