Domingo, 25 de Outubro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

31°

26° 38°

Teresina - PI

Últimas notícias
Esportes
Esportes
Tudo sobre esportes no Piauí, Brasil e no Mundo.
Esportes Resposta a torcedor
20/09/2020 11h02
Por: Thiago Santos

Thiago Neves diz ter jogado nos maiores de Rio e Minas e afirma: "Pode cobrar"

Thiago Neves defende um time do Nordeste pela primeira vez em 15 anos de carreira.

Thiago Neves apresentado no Sport — Foto: Reprodução - Anderson Stevens / Sport Club do Recife
Thiago Neves apresentado no Sport — Foto: Reprodução - Anderson Stevens / Sport Club do Recife

Na Ilha do Retiro, Thiago Neves defende um time do Nordeste pela primeira vez em 15 anos de carreira. E a chegada ao Sport parece ter animado o jogador, que vem em baixa nas últimas temporadas. Durante uma conversa com torcedores, realizada na apresentação pelo clube, no último sábado, o meia destacou a carreira ao falar que defendeu os maiores do Rio de Janeiro e Minas Gerais, e enalteceu o atual clube, ao chamar o Leão de maior do Nordeste.

"Tive o prazer de jogar nos maiores de cada estado. Jogar nos maiores é para poucos. Joguei no maior do Rio, no maior de Belo Horizonte e agora jogar no maior do Nordeste. Pode cobrar. Vou fazer nevar no Recife - disse o jogador, que atuou no Flamengo e Fluminense, no Rio de Janeiro, e Cruzeiro, em Minas.

Em Minas Gerais, o meia-atacante tornou-se bicampeão da Copa do Brasil em 2017 e 2018 pelo Cruzeiro. No Rio de Janeiro, defendeu Fluminense e Flamengo em passagens alternadas. Ao longo desse período, acumulou gols por todas as três. Mas guardou um como mais marcante.

O gol de falta, em 2008, pelo Fluminense, na final da Libertadores. Foi o terceiro gol, que nos deu a chance de pelo menos ir para os pênaltis - a LDU Quito acabou conquistando o título, nos pênaltis.

Thiago Neves chega para atuar em uma Ilha do Retiro sem público, devido às restrições impostas pelas autoridades, com o objetivo de minimizar o contágio pela Covid-19. Mas ele quer chegar ao ponto de poder encontrar a torcida nas arquibancadas. Principalmente porque, dessa vez, estará em campo pelo lado favorável.

"Acho que eu nunca ganhei do Sport aqui. Só perdi. Para esquecer... Cheguei em um momento de estádio vazio, mas estou bem ansioso para pegar também a Ilha cheia. Essa é minha vontade."

Se por um lado não há previsão para retomada de público nos estádios em Pernambuco, o meia-atacante teve o primeiro contato com os torcedores ainda no aeroporto, na última quinta-feira. Após o desembarque, precisou desviar da aglomeração para deixar o local.

"A recepção eu não esperava, porque perdi um voo de manhã no Rio, aí peguei um voo à noite. Então não esperava ser recebido dessa forma. Todo mundo nas redes me dando apoio, incentivando. Isso que me deixou mais em casa ainda, então acho que tenho tudo para arrebentar aqui."

 
Fonte: G1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®