Quinta, 29 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

29°

23° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Polícia Polícia
14/03/2018 09h53 Atualizada há 3 anos
Por: Bruna Sampaio

Delegado Jorginho morre vítima de infarto em Teresina

O delegado de Polícia Civil do Piauí, Jorge Moura de Queiroz, mais conhecido como 'Delegado Jorginho' morreu na manhã desta quarta-feira (14), vítima de infarto em Teresina. A informação foi confirmada pelo secretário de Segurança Pública do Estado, Fábio Abreu.

"Infelizmente perdemos nosso grande amigo e companheiro de jornada, Delegado Jorginho. Neste momento de dor peço a Deus que o ilumine, lhe dê paz e conforte sua família para que possam enfrentar esta imensurável dor com serenidade", disse.

Natural de Fortaleza (CE), o delegado tinha 61 anos. Em 2015, chegou a ser internado por crise hipertensiva. 

Delegado Jorginho (Foto: Reprodução/Facebook)
Delegado Jorginho (Foto: Reprodução/Facebook)

História

Continua depois da publicidade

Carlos Jorge Moura de Queiroz ingressou na Polícia Civil do Piauí em 13/05/1986 no cargo de Agente de Polícia, foi colocado a disposição do Departamento Estadual de Trânsito-DETRAN/PI.

Em 1989, foi designado como Delegado Assistente e em dezembro de 1990 foi promovido definitivamente ao cargo de Delegado de Polícia 2ª Classe. Ao longo de sua carreira foi Delegado nas unidades: 4º DP, 11º DP, 13º DP. 1º DP, 2º DP, 8º DP, 5º DP, 6º DP, Divisão Administrativa da Corregedoria Geral da PCPI. 

Destaca-se em sua trajetória: Em 1995, assessor do Delegado Geral. Em 1998, foi promovido ao cargo de Delegado de 1º Classe. Em 1998 foi presidente do Inquérito policial que apurou a morte do Jornalista Donizete Adauto dos Santos. Em 2004, exerceu a função de Gerente de Polícia Metropolitano. Em 2006, esteve na Central de Flagrantes do Dirceu. Em 2007 foi promovido ao cargo de Delegado Classe Especial. 

Em 2012 , recebeu a Medalha do Mérito Policial, honraria dada aos policiais civis por praticarem ato de bravura ou excepcional relevância para organização social ou para sociedade, no mesmo ano concluiu o curso de Bacharel em Direito e se afastou do cargo de Delegado para concorrer a cargo eletivo nas eleições. No ano de 2013 esteve na Delegacia de Repressão aos Crimes de Trânsito e no 6º DP. Em 2015 passou a responder pelo 7º DP e atualmente estava no 2º DP.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp