Sexta, 30 de Outubro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

37°

25° 38°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Retrô
R10 Retrô
Notícias sobre as décadas de 80 e 90.
Entretenimento Confira!
30/09/2020 11h49
Por: Bruna Sampaio

Crise de nostalgia: os 25 melhores brinquedos da década de 90

Se fôssemos poetas, tentaríamos descrever também as reações emocionais do sentimento de nostalgia.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Prepare-se. Este é um daqueles textos que vai fazer você dizer “Nossa, nossa!” enquanto aponta o dedo para a tela do computador. Se fôssemos poetas, tentaríamos descrever também as reações emocionais do sentimento de nostalgia. Mas para não acabar com a nossa reputação de hombres viris, vamos deixar que vocês o façam nos comentários, ok? Então vamos à nossa lista dos 25 brinquedos mais marcantes dos anos 90. Ah, e ordem foi feita aleatoriamente, ok?

1# Fluffy

Fluffy

Continua depois da publicidade

Qual era a verdadeira utilidade dessa bola de borracha peluda? Eu não sei. Mas lembro que ficava jogando ela para baixo como um ioiô.

2# Tazo

m52

Continua depois da publicidade

O que comentar dessa coleção? Eu comprava um salgadinho, pegava o tazo, jogava fora aquele isopor comestível sem graça e ia para a cantina do colégio para comprar outro pacote da Elma Chips. Os meus tazos preferidos eram os que traziam os personagens do Looney Tunes.

3# Geloucos Coca-Cola

brinquedo-antigo-lote-coleco-geloucos-cosmicos-coca-cola-1171-MLB4735857195_072013-F

Continua depois da publicidade

Eu me lembro mesmo é dos Gogo’s — mas parece a maioria das crianças da década de 90 brincavam com os Geloucos da Coca-Cola. A diferença, na verdade, é mínima.

4# Bichinho Virtual (Tamagotchi)

Tamagotchi

 

Na minha opinião, essa foi a maior inovação entre os brinquedos da década de 90. “Um bicho de estimação eletrônico? Como pode?”, pensava eu no auge dos meus 9 anos.

5# Aquaplay

Aquaplay

 

O jogo mais desafiador da minha infância. Talvez porque eu não tinha um e só treinava no dos outros.

6# Pense Bem

Pense Bem

 

Eis aí o primeiro computador de muita gente. Mais do que a imagem, os sons do Pense Bem faz você querer comprar um imediatamente – hoje.

7# Meu Primeiro Gradiente

M

 

A possibilidade de gravar Pelados em Santos em fita K7 era de deixar qualquer criança com os olhos brilhando.

8# Boneco dos Power Rangers

Power Rangers

 

Essa imagem diz absolutamente tudo.

9# Pogobol

Pogobol

 

O Pogobol era tão, mas tão desafiador, que por um tempo eu aposentei minha bicicleta para tentar pular com esse brinquedo por alguns metros.

10# Tech Deck

Tech Deck

Eu tenho que admitir que nunca entendi muito bem a ideia de andar de skate com os dedos, mas febre é febre e eu tinha uma pequena coleção – que realmente adorava – de Tech Decks.

11# Pirocoptero

pirocoptero

Eu nunca brinquei com isso, mas um dos editores do ELH ameaçou cortar meu pescoço se eu excluísse o Pirocoptero da lista. Então…

12# Growing Grass Head

Growing Grass Head

Essa sim é uma ideia genial de fazer a cabeça de qualquer criança ir à loucura.

13# Gulliver (futebol)

Futebol Guliver

Futebol de botão? Nada disso – nos anos 90 o negócio era o futebol Guliver com seu campo de pano, a caixa super-hiper, as placas de publicidade e os jogadores com os pés em formatos diferentes. Eu nunca consegui jogar direito. Mas, sim, tinha.

14# Bolas da Coca-Cola

Bolas da Coca-Cola

Assim como no Pense Bem os sons são mais nostálgicos do que as imagens, com as bolas da Cola-Cola o cheiro – que eu não sinto há anos, mas sei exatamente como era – é inesquecível .

15# Boneco do Megazord

Megazord

Muito mais importante do que os bonecos dos Power Ranges para mim era o boneco do Megazorde. Quando desmontado, se transformava nos veículos de cada herói.

16# Lego

Lego

Lembro de um Natal em que eu havia pedido o Lego clássico de um navio pirata. Quando abri o presente, lá estava ele – mas era uma versão alternativa e pequena. Chorei de decepção ali mesmo, na frente dela.

17# Playmobil

Playmobil

 

Para quem não tinha paciência de ficar encaixando as pecinhas, o Playmobil sempre foi a melhor opção.

18# Boneco de Bexiga e Farinha

Boneco Bexiga e Farinha

A febre não durou muito, mas quando me deparei com esse bonequinho na minha pesquisa, não resisti.

19# Ioiô da Coca-Cola

Yoyo Coca

Realmente o marketing da Coca sabe o que faz. Quem não teve um ioiô desses – ou de qualquer outro refrigerante da marca – na infância dos anos 90?

20# Comandos em Ação

Comandos em Ação

Um dia eu estava vendo um programa do Silvio Santos em que apareceu um moleque que pediu a coleção inteira dos Comandos em Ação e ganhou. Depois disso eu nunca mais senti inveja.

21# Mola Maluca

 

Mola Maluca

É  um brinquedo um pouco suspeito – mas não tem como excluir da lista.

22# Autorama

Autorama

Não importa a marca – qualquer autorama era um autorama nessa época. Mas, para mim, o que marcou foi esse.

23# Traço Mágico

Traço Mágico

Desenhar nesse negócio era simplesmente a coisa mais difícil do mundo. O jeito, então, era escrever.

24# Vai-Vem

Vai-Vem

Esse é daqueles brinquedos que você usa duas vezes e nunca mais. No entanto, o Vai-Vem não deixa de ser clássico.

25# Olho Mágico

Olho Mágico

Esse não é propriamente um brinquedo, mas – meu Deus – o que pode ser mais nostálgico do que esse livro para a infância dos anos 90? “Fica vesgo, meu filho, fica vesgo!”

26# Mini-craques

 

mini-craquer

Você deve estar pronto para dizer: “Ei, Thiago, o título diz apenas ’25 brinquedos'”. Sim, eu sei, a lista original era de 25 brinquedos. Mas eu preciso me redimir da minha falha miserável. Como já têm três brinquedos da Coca-Cola na lista, eu não queria colocar mais um para não parecer que estava promovendo a marca. Mas, céus, os caras são bons em marketing. E, quanto a isso, eu não posso fazer nada. Apenas reconhecer meu equívoco quase indesculpável e agradecer pelos comentários que não me deixaram permanecer eternamente na ingratidão. Eis, portanto, os memoráveis Mini-craques.

27# Bonecos dos Cavaleiros do Zodíaco

Ok, mais um lapso absurdo. Como – como, meu Deus? – eu pude me esquecer dos bonecos dos Cavaleiros do Zodíaco? Aqueles carinhas magricelos, as armaduras safadas de plástico, aquela caixa única que tinha espaço para cada pecinha são absurdamente marcantes. Tudo bem que, tecnicamente, é um péssimo brinquedo para uma criança, pois que moleque de 8 anos é capaz de não perder parte alguma daquelas armaduras em menos de 3 horas? No entanto, não há como negar que esses bonecos foram um dos grandes hits da época. Quem não tem uma perna do Shiryu no fundo da gaveta ainda hoje?

Fonte: elhombre
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®